quarta-feira, março 24, 2021

Urgente: Governo publicará decreto com 10 dias só funcionando serviços essenciais no Piauí


O governador Wellington Dias (PT) confirmou nesta quarta-feira (24) que vai publicar um decreto prorrogando as medidas restritivas até o dia 4 de abril. A ideia é aproveitar o feriado da Semana Santa e estender o funcionamento de serviços essenciais por dez dias, a começar do dia 26 de março.

“Já aprovamos em reunião do COE e só faltava tratar as datas. A Alepi já autorizou a antecipação dos dois feriados e estamos conversando com os prefeitos. O objetivo é conter a transmissão da covid-19”, disse o governador.

Segundo Wellington Dias, a antecipação do feriado do Dia do Piauí na semana passada ajudou o estado a aumentar a taxa de isolamento social e diminuir o índice de transmissão do coronavírus.

“Estamos com a fila elevada aguardando leitos de UTI, mas reduzimos a transmissibilidade que estava elevada com a antecipação do feriado do Dia Piauí, que caiu para 1.1”, declarou.

Com a antecipação dos feriados de Nossa Senhora Aparecida, comemorado em 12 de outubro, e de Corpus Christi, celebrado em 3 de junho, o governo coloca em prática uma medida para aumentar o isolamento social durante dez dias, de 26 de março a 4 de abril.

Entenda como vai funcionar

Com a aprovação pela Assembleia Legislativa do Piauí, nesta sexta-feira (26) será antecipado o feriado de Nossa Senhora Aparecida, celebrado em 12 de outubro. No sábado, domingo e segunda devem funcionar apenas serviços essenciais. Na terça-feira (30) será antecipado o feriado de Corpus Christi. Na quarta, conforme entendimento com a Associação Piauiense de Prefeitos, os municípios devem antecipar os feriados de emancipação política. Na quinta, 1º de abril, o governo do estado dará ponto facultativo para os servidores estaduais. Na sexta-feira, 2 de abril, inicia o feriado da Semana Santa.

 

Flash Yala Sena

redacao@cidadeverde.com

Edição: Jornal da Parnaíba

Um comentário:

Unknown disse...

Tudo bem mais a companhia de água continua com os cortes de água
Né?....

---------------------------------
-------------------------------