quarta-feira, maio 20, 2020

Apenas três estados ainda não têm protocolo que usa cloroquina contra Covid-19

Depois de milhares de mortos no Brasil, apenas Acre, Goiás e Roraima ainda não usam, todos os outros, até SP e RJ, já passaram a usar o medicamento nos últimos dias.
Medicamento usado há décadas para outras comorbidades custa em média R$ 0,65 (sessenta e cinco centavos) o comprimido.
Acre, Goiás e Roraima são os únicos estados brasileiros onde ainda não há protocolo ou recomendação de uso de cloroquina/hidroxicloroquina no tratamento ao coronavírus, apenas hospitais particulares usam o medicamento.

A briga sobre usar ou não os medicamentos fica apenas na mídia, com governadores tentando se colocar como os verdadeiros opositores do presidente Jair Bolsonaro, mas a maioria, incluindo São Paulo e Rio de Janeiro, passaram a usar, inclusive em pacientes graves. A informação é da coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

INFORME PUBLICITÁRIO
João Dória adora criar frases de efeito para parecer a “voz da razão”, mas na hora da verdade recorre à cloroquina.

Mato Grosso e Tocantins avaliam caso a caso e o Amapá e em diversas cidades do brasil, como Parnaíba, usam em casos leves. O Amazonas não só usa como fez até testes sobre a dosagem.

Todos os estados do Nordeste passaram a usar cloroquina para pacientes graves, mas Piauí e Paraíba atribuem a responsabilidade aos médicos.

Fonte: Blog do B Silva | Edição: Jornal da Parnaíba

Um comentário:

Unknown disse...

Lembrando que hidroxidocloroquina de nada serve se não for associada ao zinco

---------------------------------
-------------------------------