domingo, janeiro 08, 2017

Assaltante preso na casa lotérica é encaminhado ao presídio

“Ricardo Batata” foi  autuado em 5 crimes e cumprirá pena no presídio. Comparsa foi morto em confronto com a polícia após usar reféns como escudo humano.

Ricardo Aguiar de Sousa, o “Ricardo Batata”, após realizar exame de corpo de delito foi encaminhado para a Penitência Mista Juiz Fontes Ibiapina.
Ricardo Aguiar de Sousa, conhecido como “Ricardo Batata”, foi transferido da carceragem da Central de Flagrantes para Penitenciária Mista de Parnaíba Juiz Fontes Ibiapina por volta das 18hs deste sábado (07), sob forte escolta policial. 

Para cumprimento das formalidades legais, antes de ser um novo morador do presídio, “Ricardo Batata” foi levado ao Instituto de Medicina Lega (IML) no bairro Frei Higino para realização do Exame de Corpo de Delito.

Pelo menos 06 vítimas prestaram queixa na Central de Flagrantes contra o acusado, cujo delito teve inicio por volta das 10hs da manhã desta sexta-feira (06), depois que tomou de assalto um veículo modelo GM Ônix, de propriedade de uma funcionária do loteamento Jardim Atlântico, localizado na BR 343 em Parnaíba, crime praticado com ajuda de seu comparsa Kelson William de Azevedo, morto em confronto com a polícia no inicio desta madrugada de sábado, durante assalto frustrado na casa lotérica Mega Sorte de propriedade do vereador Beto, situada na avenida Dr. João Silva Filho no bairro Piauí, em Parnaíba.

Kelson Willian Azevedo, morto em confronto
com a polícia durante o assalto a lotérica 
Roubo com concurso de quatro majorantes:
Antes de ser levado ao presídio, Ricardo Batata prestou depoimento no cartório criminal para delegada Jesus Bastos e foi autuado em 05 crimes após assinar as notas de culpa:
*Tentativa de homicídio
*Associação criminosa armada
*Resistência
*Roubo Simples
*Porte ilegal de arma de fogo de uso permitido. 

Morte do comparsa:
Durante o assalto, seu comparsa, identificado por Kelson Willian Azevedo foi morto com tiro na cabeça quando tentava fugir usando reféns como escudo. Ele entrou em luta corporal com o vigilante da casa lotérica que conseguiu se desvencilhar do assaltante e sair rolando pelo chão, momento em que desprotegido dos reféns Kelson atirou nos policiais que revidaram e uma das balas acertou mortalmente a cabeça do assaltante. Ele chegou a ser socorrido em uma ambulância e encaminhado ao Pronto Socorro do Hospital Estadual Dirceu Arcoverde, mas não resistiu, vindo a óbito logo que chegou aquela casa de saúde.

Fonte: Portal do Catita | Edição: José Wilson / Jornal da Parnaíba
Postar um comentário