terça-feira, março 02, 2021

Cidades no semiárido piauiense ficam sem abastecimento após governo suspender Operação Carro-pipa

Governo Federal informou que não está sendo possível realizar os repasses integrais e regulares para a operação. No Piauí, 27 municípios dependem do auxílio para ter água.
Operação carro-pipa é de responsabilidade do Exército Brasileiro (Foto: Catarina Costa/G1/Arquivo)
Vinte e sete municípios do Piauí ficaram sem abastecimento de água por carro-pipa nesta segunda-feira (1), com a suspensão da Operação Carro-pipa em todo o país, pelo Governo Federal. O trabalho, realizado em parceria com o Exército Brasileiro (EB), foi suspenso em decorrência de atraso no repasse.

Ao todo 260 cidades brasileiras ficaram sem o abastecimento. Em nota, o Governo Federal informou que não está sendo possível realizar os repasses integrais e regulares para a operação em decorrência do Projeto de Lei Orçamentária Anual - 2021 (PLOA) ainda não ter sido aprovado pelo Congresso Nacional. (Confira a nota na íntegra no fim da matéria).

A nota diz ainda que o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) e o Ministério da Economia buscam alternativas para possibilitar a execução da operação em sua integralidade e evitar prejuízos à população.

Em novembro de 2020, o Governo do Piauí teve que assumir a Operação Carro-Pipa em 27 cidades piauienses que estavam sofrendo com a seca, já que o serviço tinha sido suspenso pelo Governo Federal, por conta de atrasos no repasse de recursos.

Ao todo, o governo do Piauí diz que foram investidos R$ 3 milhões nesta operação.


Leia a nota do Governo Federal:

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) informa que não está sendo possível realizar os repasses integrais e regulares para a Operação Carro-Pipa Federal (OCP) em decorrência do Projeto de Lei Orçamentária Anual - 2021 (PLOA) ainda não ter sido aprovado pelo Congresso Nacional.

Nos meses de janeiro e fevereiro, a pasta, por meio da Defesa Civil Nacional, conseguiu realizar o repasse emergencial de r$ 89,7 milhões, que foram descentralizados ao Exército Brasileiro (EB) - responsável pela execução do serviço.

Em decorrência do atraso no repasse, 260 municípios já tiveram o atendimento suspenso e a partir de 1º de março, a operação poderá ter suas atividades paralisadas em 100% dos municípios.

O MDR e o Ministério da Economia buscam alternativas no âmbito do Governo Federal para possibilitar a execução da operação em sua integralidade e evitar prejuízos à população.

A OCP Federal é executada em toda a região rural do semiárido, abrangendo os estados do Nordeste e parte de Minas Gerais e Espírito Santo. No ano de 2020, a média mensal de atendimento foi de cerca de 2 milhões de pessoas em 600 municípios. Uma média de 4,2 mil carros-pipa foram contratados por mês. no total, foram investidos r$ 603 milhões para o serviço.

G1 PI | Edição: Jornal da Parnaíba

Nenhum comentário:

---------------------------------
-------------------------------