segunda-feira, março 22, 2021

Adolescentes são obrigadas a cavarem a própria cova antes de serem mortas

Segundo a polícia, vítimas foram encontradas em covas rasas. Há suspeita de que o crime tem relação com facções criminosas.
Os corpos de duas adolescentes que estavam desaparecidas em Teresina foram encontrados, neste domingo (21), enterrados em covas rasas em Timon, município maranhense vizinho à capital. De acordo com a Polícia Civil do Maranhão, que investiga o crime, as adolescentes foram executadas.

Segundo o delegado Joelson Carvalho, Maria Eduarda, de 17 anos, e Joyce Ellen, de 16 anos, como as adolescentes foram identificadas, foram torturadas, tiveram que cavar a própria cova, depois, foram mortas a tiros e enterradas.
                                             
Conforme o delegado, o pai de uma das meninas foi até à Central de Flagrantes de Timon registrar boletim de ocorrência após informações de que a filha teria sido vista na cidade maranhense.

O pai havia visto a filha pela última vez na companhia de uma amiga saindo do bairro Risoleta Neves, Zona Norte de Teresina. No fim da manhã deste domingo, depois de buscas, a Polícia Militar encontrou o local onde os corpos estavam, na região do bairro Parque Aliança, em Timon.

Policiais militares, bombeiros, policiais civis e guardas municipais participaram da operação para desenterrar os corpos. Em seguida, o local foi periciado. Nenhum suspeito foi preso ou identificado, até o momento.

Existe a hipótese de que o crime tenha relação com facções criminosas, contudo o caso ainda é investigado pela Polícia Civil.

G1 PI | Edição: Jornal da Parnaíba

Nenhum comentário:

---------------------------------
-------------------------------