sábado, fevereiro 29, 2020

Piauí fica de fora do programa de escolas cívico-militares

Segundo o MEC, além do Piauí, ficaram de fora Alagoas, Espírito Santo, Sergipe.
54 instituições de ensino público que irão implementar o projeto-piloto das escolas cívico-militares em 2020
O Ministério da Educação (MEC) já definiu as 54 instituições de ensino público que irão implementar o projeto-piloto das escolas cívico-militares em 2020. Elas estarão espalhadas por 22 estados e pelo Distrito Federal.

Os únicos estados que ficaram de fora foram Alagoas, Espírito Santo, Sergipe e Piauí. As unidades da Federação (Alagoas, Espírito Santo, Piauí e Sergipe) não aderiram ao programa e seus municípios [caso de Parnaíba] que o fizeram não tinham contingente suficiente de militares na reserva para participarem do modelo conforme estabelecia critérios do MEC.

Conforme critérios de seleção estipulados pelo MEC, foram escolhidas 40 escolas estaduais e 14 escolas municipais. O modelo será implementado em parceria com o Ministério da Defesa, que já está selecionando e capacitando os militares da reserva das Forças Armadas que vão atuar na gestão educacional das instituições.

Por: Bruna Sampaio/Portal R10 | Edição: Jornal da Parnaíba

Nenhum comentário:

---------------------------------
-------------------------------