domingo, janeiro 19, 2020

Avenida São Sebastião, em Parnaíba, faz 80 anos

Nessa segunda-feira, 20 de janeiro e dia de São Sebastião, a Avenida São Sebastião, a mais imponente de Parnaíba, completa 80 anos.
O padre Roberto Lopes Ribeiro talvez nunca tenha imaginado naquele dia 20 de janeiro de 1940, que a partir daquela igreja construída com a ajuda de milhares de fiéis, numa região coberta pela areia e povoada de casebres cobertos de palha, onde faltava de tudo, desde água para se beber, pudesse surgir com os anos seguidos uma das maiores e mais importantes avenidas de Parnaíba, a São Sebastião. A avenida foi iniciada na gestão do prefeito o médico Mirócles de Campos Veras.

A igreja, embrião da grande avenida, foi idealizada ainda em 1925 quando Roberto Lopes mantinha com a ajuda de algumas senhoras católicas uma capela onde se davam aulas de catecismo. A intenção dele era que, a partir daquela data se construísse uma igreja nos Campos para celebrar seus cinquenta anos de ordenação sacerdotal que ocorreria em 1940. Na empreitada tanto ajudaram os fiéis quanto alguns ricos comerciantes. O terreno, de cem metros em quadra, fora doado pelos herdeiros de Quincas Santos, seus filhos Joaquim Santos Júnior e Samuel Santos.
Mas igreja à parte, a Avenida São Sebastião hoje nada lembra aquela região poeirenta e habitada na sua maioria por funcionários da Estrada de Ferro Central do Piauí, com suas casas iluminadas à luz de lamparina ou lampião. Até a década de 1960 a zona urbana de Parnaíba se limitava ao que é hoje o cruzamento da rua Tabajara, entre os bairros de Fátima e São Francisco da Guarita. Com o tempo vieram as casas de alvenaria, sinal de bons tempos, quando a cidade mantinha um crescimento econômico, com a exportação de cera de carnaúba, babaçu e outros produtos.

A Avenida São Sebastião hoje é uma das maiores e mais importantes vias de acesso para as zonas leste e sul, principalmente os bairros Piauí, João XXIII, Planalto Monserrate, Rodoviária, Dirceu, Alto de Santa Maria e Pindorama, além do São Judas Tadeu, Raul Bacelar e a saída para a lagoa do Portinho e a cidade de Luiz Correia. Se antes, na década de 1980 era conhecida pela exuberância de sua casas de alto padrão, atualmente é conhecida como um dos mais importantes corredores comerciais e de serviços. São supermercados, colégios, oficinas, lojas, academias de dança e de ginástica, pousadas, postos de combustíveis e repartições públicas.

É conhecida pela vida noturna, onde o parnaibano ou o turista podem encontrar lanchonetes, restaurantes, livrarias, sorveterias e aonde se costuma nos fins de tarde ou pela manhã encontrar centenas de pessoas fazendo caminhadas. Em atualmente uma cotação altíssima dentro no mercado imobiliário devido ser bem servida por duas pistas, boa iluminação, facilidades de percurso nos dois sentidos e bem sinalizadas. Deve ser ampliada em mais um quilômetro dentro em breve. Pela localização privilegiada é desta forma o caminho mais curto para se atingir a famosa Lagoa do Portinho.

Adaptação: Jornal da Parnaíba | Por Pádua Marques

3 comentários:

Jcoutinho44k@hotmail.com disse...

A cidade de Parnaíba, sempre teve a sua imponencia, além de muito promissora e bastante acolhedora.Essa avenida, São Sebastiao sempre foi muito magestosa,linda! Minhas lembranças dos anos 70. Parabéns! A cidade està muito Linda! Logo se Deus permitir estate indo por ai! Tenho minha mãe, irmãos e sobrinhos residentes nesta cidade, na rua tabajara, no bairro São Francisco da Guarita.

Unknown disse...

Linda e faz parte da nossa história!
Que bela crônica, Padinha!!!

Paje disse...

Saudades epoca em iamos para escola caminhando e percorriamos a avenida do bairro de Fatima ate a escola Simplicio Dias todos os dias. Eh tempo bom.

---------------------------------
-------------------------------