sábado, novembro 02, 2019

Mãe e companheira acusadas de torturar bebê são levadas para audiência de custódia

Mulheres acusadas de violência contra criança são levadas para Audiência de Custódia. As duas foram presas na tarde de sexta-feira (1º), por força de mandados da justiça.
As duas mulheres sendo levadas para Audiência de Custódia nesta manhã de sábado (2)
Maria Beatriz Batista do Nascimento, 25 anos, conhecida Bia, e sua companheira Fabrícia Maria Lima da Silva, 22 anos, foram presas na tarde de sexta-feira (1º), acusadas de maus tratos contra uma criança de iniciais M. C. L. S, com a idade de 1 ano e 7 meses de vida. 

Fabrícia Lima é a mãe da criança que se encontra internada no HUT (Hospital de Urgência de Teresina), com suspeita de traumatismo craniano provocado por agressões. 
Maria Beatriz Batista do Nascimento,a Bia, e sua companheira Fabrícia Maria Lima da Silva
Dois mandados de prisão foram expedidos pela 1ª Vara Criminal de Parnaíba em desfavor das suspeitas.

Na delegacia, perante a delegada Maria Beatriz confessou. "Inicialmente elas apresentaram a mesma versão de que a criança teria caído. Após a investigação confirmar que a vítima estava sendo torturada, uma delas confessou o crime e disse que praticava as agressões e maus-tratos porque a bebê chorava demais", revelou a delegada Fernanda Paiva

Matérias relacionadas:
Mãe e companheira são presas acusadas de torturar bebê em Parnaíba;
Criança que foi torturada em Parnaíba é transportada para Teresina no Samu aéreo.

Sobra Fabrícia Lima recai a acusação de omissão em que foi vítima sua própria filha. O inquérito policial para apurar a causa deste crime está em andamento na delegacia da Mulher, responsável pela prisão das duas mulheres.  

Jornal da Parnaíba com informações do Portal do Catita
---------------------------------
-------------------------------