quarta-feira, maio 01, 2019

MPF avalia imóveis históricos de Parnaíba após enxurradas

Órgão analisará se os imóveis foram comprometidos pelas chuvas.
O procurador da República Saulo Linhares Rocha instaurou inquérito civil com vistas a avaliar a situação dos imóveis dentro do perímetro tombado e área de entorno no centro histórico de Parnaíba, em especial diante dos recentes sinistros em imóveis abandonados e em vias de ruínas em razão de chuvas.

O representante do Ministério Público Federal tomou a decisão após reunião na semana passada na sede do IPHAN em Parnaíba, com a participação também de representantes do Instituto Federal do Piauí (IFPI), Corpo de Bombeiros e Prefeitura de Parnaíba, dentre outros órgãos e entidades, onde foi levantada a necessidade de acompanhamento do diagnóstico dos bens tombados.

Matérias relacionadas:
Saulo Linhares ainda considerou o desabamento de imóveis tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) situados no município; assim, além da autuação do inquérito civil, o procurador determinou a expedição de ofício ao IPHAN para, no prazo de trinta dias, para apresentar informações sobre o cadastramento dos imóveis tombados no centro histórico de Parnaíba, com a identificação do bem e seu respectivo proprietário, bem como as autuações já realizadas.

Por Francy Teixeira/MN| Edição: Jornal da Parnaíba
Clique AQUI e saiba mais informações de Parnaíba e região

Nenhum comentário:

---------------------------------
-------------------------------