sexta-feira, abril 16, 2021

Rio Igaraçu, braço do Rio Parnaíba, na Parnaíba, no norte litorâneo do Piauí

Desde cedo
desci ao encontro das águas
do meu reino

rapidamente
desci
como quem despenca
da luz
de incerta
forma
prematura

o encalço do tempo
a desvairada vazante
e o bojo do Parnaíba
a singrar

as suas miragens
e os seus fantasmas
na maior pressa.

crescidos
sobreviventes
ao
mirante
disperso

diante
do meu
escândalo
humano
e retardado

O rio
da minha geografia
de poeta antecipado
é barrento

Igaraçu transbordante
do seu leito
os meus
mistérios

Poema de Diego Mendes Sousa
Fotografia de Jairo Leocádio

Um comentário:

---------------------------------
-------------------------------