sábado, fevereiro 20, 2021

Jovens são amarrados e seriam mortos pelo “Tribunal do Crime” em Parnaíba

A polícia militar chegou a tempo e prendeu cinco pessoas, livrando as supostas vítimas do cativeiro
Cordas usadas para amarrar as vítimas. Celulares apreendidos, um facão e máscara de palhaço
(Foto: Polícia Militar do Piauí)

Um adolescente de 16 anos e um jovem de 19 anos foram amarrados e agredidos dentro de uma residência na cidade de Parnaíba, no litoral do Piauí. Quatro pessoas foram presas em flagrante pelos crimes de cárcere privado, lesão corporal e tribunal do crime. A Polícia Militar chegou ao local antes de os dois serem mortos, após denúncias anônimas sobre a situação.

As vítimas foram identificadas pela Polícia Militar como G.S.S., de 16 anos, e Luan Mota de Lima, de 19 anos. Eles foram encontrados amarrados pelos policiais.
Luan Mota, vítima (Foto: Portal do Catita)
De acordo com a informação, "as vítimas seriam levadas de veículo ao meio da mata para serem mortas, só que o veículo não apareceu, mesmo assim seriam assassinadas no quintal da casa, cortadas em pedaços e jogados dentro de uma fossa séptica", contou a fonte ao PC.


“Luan e G.S.S foram desamarrados e todos foram conduzidos à Central de Flagrantes. Segundo informações, estava acontecendo um Tribunal do Crime, pois tanto Gabriel como Luan pertenciam aos Bonde dos 40, inimigos do PCC”, diz o relatório da Polícia Militar.

Os suspeitos de praticar o crime foram conduzidos à Central de Flagrante de Parnaíba. Dos presos, a Polícia Militar identificou três como integrantes da organização criminosa PCC: Willian de Araújo Carvalho, 21 anos; Geison Pereira Santos, 21 anos; Paulo César Rodrigues Santos, 30 anos. A quarta pessoa presa foi Carlos Alberto Santos Silva, de 20 anos. Um quinto participante conseguiu fugir do local.

A operação foi comandada pelo Tenente Souza Filho, do Pelotão de Policiamento de Trânsito (PPTran), com a equipe da Força Tática de Parnaíba.

A casa em que ocorreu o cárcere privado está localizada na Rua Dr. João Cândido, no Bairro Nova Parnaíba, em Parnaíba. Na operação, a Polícia Militar apreendeu quatro celulares, um facão e várias cordas.

O relatório da Polícia Militar explica que “na residência havia dois jovens, sendo um menor de idade. Segundo os dois, os mesmos foram até o local para comprar bonés quando foram surpreendidos por Willian e Geison e foram amarrados”.

“Luan, bastante agredido, seria morto; depois, Gabriel, pois tinha presenciado o fato. Willian já foi apreendido por furto; Geison preso por roubo em 2017 e 2018; Paulo Cesar foi preso por tráfico de drogas; Carlos, natural da Bahia, disse que não tem passagens pela polícia”, destaca o relatório.

Fonte: Carlienne Carpaso / Cidade Verde l Edição: Jornal da Parnaíba

Nenhum comentário:

---------------------------------
-------------------------------