sexta-feira, julho 03, 2020

Governador Francisco das Chagas Caldas Rodrigues

Pelo Mestre
Francisco Silva Filho

GOVERNADOR FRANCISCO DAS CHAGAS CALDAS RODRIGUES (primeira parte) Francisco das Chagas Caldas Rodrigues, foi um advogado e político parnaibano de renome nacional. Formado em Direito pela Universidade de São Paulo (USP), foi eleito governador do Piauí em 1958 e em 1969 tendo seus direitos políticos cassados por dez anos em abril de 1969, consequência da força do arbítrio do AI-5 perpetrado pelo Regime Militar de 1964. Homem polido, erudito, bom orador.

Vários anos após o término de sua punição foi eleito senador em 1986, afastando-se da vida pública ao final de seu mandato.

Filho de Poncion de Queiroz Rodrigues e Ignésia de Caldas Rodrigues, foi oficial da reserva do Exército Brasileiro (posto de 2º tenente). Assessor jurídico do Ministério da Fazenda em 1974 e professor do Centro Universitário de Brasília (CEUB), após a cassação de seus direitos políticos.

Eleito deputado federal pela UDN em 1950, migrou para o Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) sendo reeleito em 1954 e em 1958, entrementes um fato excepcional o impediu de assumir seu terceiro mandato na Câmara dos Deputados, conforme o acidente automobilístico de setembro de 1958, nas adjacências de Teresina vitimando Demerval Lobão e Marcos Parente naquela que ficou para posteridade como a desastre da “Cruz do Cassaco”. Os mortos eram, respectivamente, candidatos a governador e a senador do Piauí nas vindouras eleições de 1958 que em face do ocorrido tiveram que ser substituídos por Chagas Rodrigues (PTB) e Joaquim Parente (UDN), este último irmão do falecido Marcos Parente. 

Apesar da comoção e das adversidades típicas de situações dessa natureza ambos foram vitoriosos, sendo que em face da legislação vigente à época o candidato Chagas Rodrigues foi eleito tanto para governador quanto para deputado federal optando pela primeira condição, fato que permitiu a efetivação do primeiro suplente Heitor de Albuquerque Cavalcanti.

Publicado na página do Facebook de Kenar Kruel Fagundes
Edição: Jornal da Parnaíba

Nenhum comentário:

---------------------------------
-------------------------------