sexta-feira, maio 03, 2019

Governo Federal reconhece emergência em Parnaíba e mais sete cidades do Piauí atingidas por enchentes

O reconhecimento considerou o decreto nº 18.192, de 4 de abril, do governo do Piauí.
Imagem aérea do bairro Piauí, um dos pontos mais críticos — Foto: André
O Governo Federal reconheceu a situação de emergência em oito cidades do Piauí afetadas pelas enchentes no mês de abril. A portaria publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (3) foi assinada pelo secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, Alexandre Lucas Alves.

Os municípios que tiveram a situação de emergência reconhecida foram: Campo Largo do Piauí, Capitão de Campos, Ilha Grande, José de Freitas, Lagoa Alegre, Luís Correia, Parnaíba e São João do Arraial.
Portaria foi publicada no Diário Oficial da União — Foto: Reprodução
O reconhecimento considerou o decreto nº 18.192, de 4 de abril, do governo do Piauí. No estado, 18 municípios decretaram situação de emergência.

De acordo com dados da Defesa Civil, mais de 10 mil famílias foram atingidas pelas chuvas no Piauí, sendo que mais de três delas estão desabrigadas e o restante desalojadas. Três pessoas morreram vítimas de desabamentos em Teresina e em Luís Correia.
Bombeiros durante resgate de famílias desabrigadas em Parnaíba — Foto: Reprodução/TV Clube
Enxurrada desabou residências
Após o transbordamento de uma lagoa no bairro Parque Rodoviário, Zona Sul de Teresina, 109 famílias precisaram receber atendimento por parte da Semcaspi. Além do recebimento de alimentos, as famílias estão sendo removidas para casas alugadas e de familiares.

Na tragédia, duas pessoas morreram, sendo uma criança de três anos e uma idosa de 71 anos. Houve 30 feridos, mas apenas um permanece internado no Hospital de Urgência de Teresina (HUT) e deve passar por cirurgia devido a uma fratura no quadril.
Imagem aérea mostra destruição no Parque Rodoviário. — Foto: Magno Bonfim/TV Clube
Ao todo, 83 casas foram afetadas de alguma forma pela água que atingiu o bairro. Dessas, 10 ficaram totalmente destruídas. Mais de 432 pessoas recebem atendimento.

Por Catarina Costa, G1 PI | Jornal da Parnaíba
Clique AQUI e saiba mais informações de Parnaíba e região

Nenhum comentário:

---------------------------------
-------------------------------