sexta-feira, novembro 23, 2018

Mulher denuncia hospital de Parnaíba após morte de bebê durante parto

A mulher denunciou o Hospital Estadual Dirceu Arcoverde de negligência médica.

O Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (Heda), em Parnaíba, está sendo acusado de negligência médica por uma mulher que perdeu o filho durante o trabalho de parto. Em entrevista ao repórter Carlos Mesquita, da Rede Meio Norte, Francilene afirmou ter pedido para realizar um parto cesariano, mas os médicos teriam se negado a fazer.

“Eu cheguei segunda à noite para ter neném e eles falaram que eu não estava em trabalho de parto, que eu estava com a pressão muito alta e me colocaram  no soro e eu passei o dia todo sentindo dor, esperando a cesariana e eles não fizeram. Fiquei a terça com dor e a noite me induziram ao parto normal e meu filho não resistiu e morreu”, disse.

A mulher afirmou que os médicos disseram que ela estava em pré-eclâmpsia, mas começou a perder líquido e sentir fortes dores. “Houve bastante negligência, porque eu pedia muito para fazer a cesariana e eles não queriam, falavam que era pra eu ter paciência e nesse tempo eu fui perdendo líquido e meu filho foi morrendo dentro da minha barriga porque quando ele nasceu já foi sem vida”, acrescentou.

A  reportagem da Rede Meio Norte procurou a direção do Hospital para se pronunciar sobre o caso. A diretora da unidade está em Teresina e afirmou que abrirá uma sindicância com os médicos para apurar o que aconteceu.

Por Waldelúcio Barbosa/Meio Norte | Edição: Jornal da Parnaíba
Postar um comentário