segunda-feira, julho 26, 2021

Médico é agredido com golpe de facão em Barra Grande - Cajueiro da Praia

Médico é agredido por golpe de facão em discussão de trânsito em Barra Grande. Barra Grande é uma das praias mais movimentadas do litoral do Piauí

O médico Jacinto Lay foi agredido com golpes de facão na frente das três filhas pequenas logo após estacionar o carro dele na porta de uma loja em Barra Grande, município de Cajueiro da Praia. O caso aconteceu no final da tarde da última quinta-feira (22). O agressor seria o proprietário, que alegou ao neurocirurgião que o veículo dificultada a visualização da fachada do estabelecimento.

“Eu deixei meu carro em frente a uma loja. Ele alegou que estava obstruindo as vendas dele, que o pessoal não via a loja. Só que ao invés de ele dialogar e pedir para que eu procurasse as autoridades de trânsito, fez foi me agredir”, contou o médico ao Cidadeverde.com.

Segundo ele, a primeira agressão foi por meio de uma pedrada. “Primeiro ele atirou uma pedra, que pegou na minha coxa, depois veio com facão. Fui agredido no braço”, relatou.

Jacinto Lay foi agredido na frente das três filhas pequenas que estavam no carro. Segundo ele, em determinado momento, uma outra pessoa entrou na discussão e também iniciou agressões.

“A gente vai como turista de Teresina para ter tranquilidade e você é agredido na frente das filhas. Minhas três filhas pequenas estavam no carro. No meio da confusão entrou outra pessoa que pensei que ia ajudar e fez foi me bater também”, afirmou.

O médico disse que um dos agressores chegou a ser identificado. Ele registrou Boletim de Ocorrência na delegacia de Luís Correia e fez exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML) de Parnaíba.

“Registrei boletim de ocorrência na delegacia de Luís Correia e levei o caso à Central de Flagrantes de Parnaíba. O delegado Rodrigo Melo me encaminhou ao IML de Parnaíba para a realização do exame de corpo de delito”, disse, acrescentando que uma nova agressão já teria acontecido em Barra Grande.

“Já soube que ele agrediu outra pessoa. Ontem à noite foi com um primo meu”, afirmou.

O Cidadeverde.com não conseguiu contato com a delegacia de Luís Correia, onde o caso foi registrado.

Hérlon Moraes/Cidade Verde

Nenhum comentário:

---------------------------------
-------------------------------