quarta-feira, fevereiro 24, 2021

Motorista de aplicativo é sequestrado e colocado no porta-malas de carro por 4 horas em Teresina

Um motorista de aplicativo sofreu um sequestro relâmpago no último domingo (21), no Real Copagri, zona Norte de Teresina. A vítima foi mantida por quatro horas dentro do porta-malas do próprio carro enquanto os suspeitos andavam pela capital.

Segundo reportagem da TV Meio Norte, em conversa com o motorista, ele relatou que foi chamado para uma corrida no Real Copagri e pela solicitação, o pedido teria sido feito pela mãe dos passageiros. Durante o caminho, eles ainda pararam para pegar outro rapaz.

O destino era o Clube do River. Ao chegar próximo, já no bairro Torquato Neto, um dos homens explicou que a localização foi colocada apenas como ponto de referência, e que o destino era em uma casa onde estaria acontecendo um evento.

Ao entrar na rua, pediram para o motorista encerrar a corrida, só então o assalto foi anunciado. O passageiro da frente puxou uma faca, enquanto o de trás apontou uma arma para a cabeça do motorista. Em seguida, ele foi colocado dentro do porta-malas.

O motorista entrou em desespero, com medo de ser morto no local. Somente após quatro horas a vítima foi liberada, sendo que o carro foi levado pelos bandidos.

Após registrar o boletim de ocorrência, a vítima começou uma investigação por contra própria, indo até a residência onde pegou os rapazes e confirmou que a corrida tinha sido solicitada pela mãe deles. A polícia foi até o local, porém o suspeito não foi encontrado.

A vítima procurou todas as autoridades, porém nada, segundo ele, foi feito de fato para localizar o veículo e prender os suspeitos. O carro foi achado na segunda-feira (22), entre as cidades de Campo Maior e Cabeceiras. Pelo estado, o veículo tinha capotado e saído da pista. Após o incidente ele foi abandonado no local.

O motorista criticou a postura da polícia que segundo ele, nada fez  para localizar o veículo ou prender os envolvidos que até o momento não foram identificados.

180graus / Edição: Jornal da Parnaíba

Nenhum comentário:

---------------------------------
-------------------------------