quarta-feira, janeiro 27, 2021

Grupo de alunos da UFDPar fará manifesto pedindo a realização de aulas no sistema híbrido

Um grupo de alunos da Universidade Federal do Delta do Parnaíba (UFDPar), farão um manifesto pacífico na próxima sexta-feira (29), reivindicando  a realização de aulas por meio do sistema de ensino híbrido (mesclagem entre aulas on-line e presencial). O ato ocorrerá em frente a UFDPar e acontecerá com o envolvimento de alunos de vários cursos.

A manifestação seguirá os protocolos de biossegurança da Organização Mundial da Saúde (OMS), e tem por objetivo chamar a atenção do poder público e dos superiores da instituição para as necessidades dos estudantes.

“No dia 17 de março de 2020 a pandemia foi instalada oficialmente pela UFDPar, e, desde então, a Universidade se mostra inerte em nos ajudar a estruturarmos um ensino EAD completo. Em 7 de dezembro de 2020, houve a publicação em diário oficial da Portaria Nº 1.038 por parte do MEC, e, em 2021, houve a liberação do decreto estadual 19.429, permitindo a adoção de práticas em complemento ao EAD (ensino híbrido) respeitando as medidas sanitárias. No entanto, ao invés disso, a Universidade não toma medidas para conseguirmos avançar de período! Estamos há quase um ano no mesmo período e existem turmas de Medicina que só estão tendo UMA matéria de UMA hora por semana, em um curso cuja carga horária é altíssima! Nós como alunos nos sentimos frustrados, pois além dessa inércia, a comunicação com a Universidade não tem sido transparente, nem efetiva! Além disso, a maioria das outras universidades federais do nordeste vem adotando o ensino híbrido, a exemplo da UFC, da UFMA, e de outras universidades particulares, como UNINOVAFAPI e UNIFACID, além da IESVAP, que, especificamente, localiza-se em Parnaíba também, enquanto a UFDPar adota uma postura de inércia e falta de transparência”, protestou um dos alunos do curso de Medicina.

Nenhum comentário:

---------------------------------
-------------------------------