domingo, janeiro 10, 2021

Aos 26 anos, lateral Sorin perde parte da visão e se afasta do futebol; amigos fazem campanha para ajudar na cirurgia

Sorin, que atuou pelo Campeonato Piauiense no Parnahyba, descobre infecção que comprometeu o olho esquerdo e conta com solidariedade para bancar procedimento
Lateral Sorin após infecção no olho (foto à direita) perde parte da visão e precisa fazer cirurgia (Foto: Arquivo pessoal/Sorin)
Aos 26 anos, o lateral-direito Sorin vai se afastar dos gramados para superar um drama pessoal. Há cerca de um mês, o jogador foi diagnosticado com uma infecção no olho esquerdo. O atleta fez o tratamento, porém descobriu que o problema havia danificado a córnea e seria preciso uma cirurgia para recuperar a sua visão.

Amigos de Sorin e pessoas ligadas ao futebol, em solidariedade, começaram a compartilhar o caso e pedir ajuda para o atleta conseguir fazer o quanto antes o procedimento. A mobilização viralizou.

Com praticamente 50% da visão no olho esquerdo comprometida, o atleta contou ao ge que precisa de um transplante de córnea. Para isso, vem contando com ajuda de amigos para custear as despesas, calculadas em torno de R$ 3.500.

"Me recuperei da infecção, mas minha vista com olho esquerdo ficou bastante embaçada. Eu não estava enxergando com ele direito - narrou o jogador, sobre a situação", disse Sorin.

"Descobri que o vírus tinha danificado a córnea do meu olho e para voltar a enxergar com ele 100%, somente através de um transplante de córnea. Tem muita gente ajudando, do meio do futebol e amigos. Em si a cirurgia é bem cara, mas sairia muito mais em conta em Fortaleza", continuou o atleta.

No próximo dia 21 de janeiro, o lateral passará por uma bateria de exames em uma clínica de Fortaleza para marcar a cirurgia. Sorin espera poder ainda atuar em 2021. A recuperação pode durar até dois meses, após a cirurgia ser realizada.
Campanha de ajuda ao lateral Sorin feita por amigos é compartilhada pelas redes sociais (Foto: Divulgação)
"Procurei de imediato essa cirurgia para buscar a recuperação o mais rápido possível, pensando na volta ao futebol no primeiro semestre. Mas conforme for, por ser problema de saúde, deixaria para o segundo semestre mesmo", contou.

Francisco Breno Sousa Fernandes, conhecido como Sorin, é cria do Parnahyba e só deixou o Tubarão por duas temporada, quando se transferiu para o Ferroviário e o Piauí. O lateral fez parte do elenco que disputou o Campeonato Piauiense em 2020 atuando em seis jogos.
Primeiro treino do Parnahyba — Foto: Didu Masullo

Globo Esporte l Edição: Jornal da Parnaíba

Nenhum comentário:

---------------------------------
-------------------------------