terça-feira, outubro 15, 2019

Autoridades discutem manchas de óleo nas praias do litoral piauiense

O Núcleo de Emergências Ambientais da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semar) se reuniu, na tarde dessa segunda-feira (14), em Parnaíba, para discutir o aparecimento de manchas de óleo nas praias do Piauí. 
A Semar vem realizando um trabalho de monitoramento das ocorrências de manchas de óleo no litoral, e desde a última semana o trabalho tem se intensificado. A Secretaria já georreferenciou as manchas ao longo de toda a extensão do litoral do estado.

O georreferenciamento foi apresentado aos demais órgãos, afim de que em conjunto se elabore um plano de ação adequado. A reunião em caráter extraordinário, aconteceu na sede da capitania dos portos.
Os primeiros registros de manchas de óleo no Piauí apareceram nos dias 27, 28 e 30 de setembro. Desde então, segundo a secretária de Meio Ambiente, Sádia Castro, não houve nenhum novo aparecimento de mancha. "Os registros que nós temos são do mês passado, felizmente, dias 27, 28 e 30 de setembro. De lá até aqui, não foi encontrado mais nenhum novo registro, mas o monitoramento continua". 

Não há interdição de praias
A secretária também afirmou que até o momento, não há possibilidade de interdição das praias e alertou para o cuidado com as manchas. "Até agora, pelos registros que foram encontrados não há nenhum indicativo de interdição, mas o monitoramento continua. É importante que [quem encontrar vestígio de óleo] não tente tocar na mancha, nem chegar próximo, porque até hoje, não sabemos direito que material é esse, sabe-se que é petróleo, mas é preciso manter distância e cuidado".

Por: Bruna Sampaio/Portal R10 | Edição: José Wilson / Jornal da Parnaíba

Nenhum comentário:

---------------------------------
-------------------------------