segunda-feira, junho 04, 2018

Marido mata esposa com mais de 15 facadas em Luís Correia

Professora é morta com mais de 15 facadas em Luís Correia; Marido é principal suspeito e crime tem características de feminicídio causado por ciúmes.
A vítima Selene Veras Roque e o marido Raimundo Neto Pereira, acusado que está foragido.
Na noite deste domingo (03/04), por volta das 17hs a professora, identificada como Selene Veras Roque, 28 anos, foi morta a facadas na Localidade Lameiro, região do Brejinho de Fátima na zona rural do município de Luís Correia.

A vítima foi morta em casa, e a polícia tem como principal suspeito o marido da vítima, o mecânico Raimundo Neto Pereira de 32 anos. O crime deixou todos da localidade abalados. A professora deixou uma filha de 07 anos.
Uma guarnição da Companhia Independente de Policiamento Turístico (CIPTur), comandada pelo Capitão Galeno foi acionada e fez buscas na região, mas o suspeito não foi encontrado.

A perita, Marcela Sampaio, informou que a professora foi morta com mais de 15 facadas.  “O corpo apresentava vária perfurações e diversas lesões de defesa nos braços”, disse. O Instituto Médico Legal (IML) fez a remoção do corpo. A motivação do crime ainda está sendo investigada, mas a polícia trabalha com a hipótese de feminicídio causado por ciúmes. Após a realização do laudo cadavérico a perita Marcela Sampaio refez a contagem dos golpes e constatou como tendo sido 26 ferimentos realizados com facão.
Após matar a esposa, o mecânico Raimundo fugiu tomando rumo ignorado. Uma equipe da Companhia Independente de Policiamento Turístico – CIPTur - fez rondas pelas redondezas no intuito de capturar o acusado, porém sem sucesso. Neto ainda se encontra foragido.

A Secretaria Municipal de Educação de Luís Correia informou aos servidores, professores e aos estudantes da rede municipal de ensino, que em virtude do falecimento da Servidora Selene Veras Roque, que atualmente era diretora da Escola Rita Miranda Brito, no povoado Brejinho, as aulas desta segunda-feira (04) estão canceladas.

Familiares informaram através das redes sociais que o corpo da professora será velado na Localidade Brejinho de São Francisco e em seguida seguirá para a cidade de Granja, no Ceará, cidade natal da vítima, onde será sepultado.

O corpo da vítima foi removido até o IML (Instituto Médico Legal) de Parnaíba para os procedimentos padrões.

Uma viatura da Companhia Independente de Policiamento Turístico seguiu agora pouco para região do Brejinho para dá continuidade às buscas de um suspeito de assassinato identificado como Raimundo Neto Pereira, de 32 anos, que matou a sangue frio a base de facadas a sua própria companheira, a professora Selene Veras Roque, 28 anos, atingida com 26 facadas. 
O facão utilizado no crime foi apreendido dentro da residência do casal. As perfurações atingiram o pescoço, abdômen, tórax, braços e as costas da professora. Logo na entrada da casa a polícia registrou manchas de sangue pelo chão.


“Havia muito sangue no chão da casa. Pelo que analisamos, o esfaqueamento se iniciou na cozinha e terminou na copa. Havia lesões de defesa, principalmente nos braços”, disse a perita criminal, Marcela Sampaio.

Jornal da Parnaíba
Postar um comentário