sexta-feira, maio 11, 2018

Porto das Barcas em Parnaíba sem vida noturna e obras paralisadas

A quinta-feira sempre foi muito movimentada no Complexo Arquitetônico e Turístico Porto das Barcas, em Parnaíba. Tradicionalmente os donos de bares apresentavam shows com música ao vivo, chegando a ter até três shows simultâneos.
Sem clientes, donos de bares e restaurantes do Porto das Barcas cogitam fechar as portas.
Na tradicional quinta-feira do Porto das Bacas até o estacionamento em baixo da ponte chegava a ser ocupado com mesas para suportar o grande público que prestigiava. Os turistas e a população local tinham naquele ponto turístico dos mais importantes do nosso litoral piauiense a certeza de encontrar bons eventos e uma culinária de boa qualidade, além do artesanato de nossa região, que se concentra ali. Nesta quinta-feira (10) apenas os veículos dos donos de estabelecimentos que ainda insistem em abrir, era visto no que sobrou do estacionamento em baixo da ponte, até os flanelinhas se afastaram por falta de movimento.

Matérias relacionadas:
Há nove meses, desde que foi iniciada em agosto de 2017 e colocado os tapumes para a guarda do material da reforma da ponte Simplício Dias, atualmente paralisada por falta de recursos, o movimento daquele importante ponto turístico começou a diminuir chegando ao atual estágio em que quase ninguém vai lá para se divertir durante a noite. Sem contar com a questão de segurança pública bastante carente no local já que o PPO ali existente não funciona há bastante tempo.
Bares, restaurantes, artesanatos, empresas de turismo, todas fechadas por falta de clientes durante a noite no Porto das Barcas.
Alguns donos de bares já falam em desistir do local alegando que estão tendo prejuízos para manter o estabelecimento funcionado. Alguns sequer estão abrindo aguardando a conclusão da obra da ponte e da requalificação do Complexo Arquitetônico e Turístico que também se arrasta.

Com a paralisação das obras previstas para serem concluídas em abril, todos perdem. Os donos de bares e restaurantes, garçons, músicos, cozinheiras, pessoal de limpeza e por fim os turistas e os parnaibanos, todos perdem num momento em o país luta por postos de trabalho ali são fechados dezenas.

O Porto das Barcas ficou sem vida noturna desde  a colocação dos tapumes para o início da reforma da Ponte Simplício Dias




Por José Wilson | Jornal da Parnaíba | Fotos: Gleitowney Miranda
Postar um comentário