quinta-feira, março 08, 2018

Parnahyba é multado e perde mando de campo após jogo dos acréscimos

Foram sete minutos de acréscimos, mas parece que aquele jogo ainda não acabou. O Parnahyba é punido mais uma vez com perda de mando de campo.
Árbitro André Castro, de Goiás, sendo protegido pelos policiais para sair de campo.
A terceira comissão disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), em sessão realizada ontem (7), decidiu punir o Parnahyba com multa de R$ 1.000 e perda de mando de campo, por conta de objetos lançados no jogo com o Coritiba, pela Copa do Brasil. 

O Tubarão foi eliminado após empate em 1 a 1 com o Coritiba, que marcou seu gol aos 52 minutos do segundo tempo.

Matéria relacionada:
Confusão após o término da partida. Jogadores e torcida do Parnahyba não ficaram satisfeitos com a quantidade de minutos acrescentados pelo juiz.
O mesmo árbitro que deu sete minutos de acréscimo, André Castro, de Goiás, relatou em súmula que torcedores do Parnahyba atiraram três latas de cerveja, uma garrafa de água mineral e dois chinelos em direção aos árbitros, mas os objetos "não atingiram ninguém".

A decisão no STJD não foi unânime e o Parnahyba ainda pode recorrer. Um dos auditores optou por multa de R$ 600 sem perda de mando de campo. Outros dois preferiam multa maior e a perda do mando de campo.

O curioso é que o Parnahyba jogou em Teresina, no Albertão, para cumprir perda de mando de campo referente à Copa do Brasil de 2015, quando também foi punido por objetos lançados por torcedores. Agora eliminado, o Tubarão terá de esperar outra competição nacional para cumprir a pena, caso não seja beneficiado em um recurso no STJD. 

Por Fábio Lima/Cidade Verde | Edição: Jornal da Parnaíba
Postar um comentário