terça-feira, março 20, 2018

Expulso depois de xingar juiz, goleiro do Parnahyba detona: "Erro grosseiro"

Na saída do campo, César nega ter direcionado ofensas ao árbitro da partida e lamenta desfalque no melhor momento da equipe: "Nunca fui expulso na carreira". Tubarão se complica com derrota
Goleiro tenta explicar ao árbitro e jogadores do Tubarão cercam para ajudar (Foto: Stephanie Pacheco/GloboEsporte.com)
A nona rodada do Campeonato Piauiense vai ser inesquecível para o goleiro do Parnahyba, César Tanaka. Passavam dos 11 minutos do segundo tempo, quando o camisa 1 do Tubarão recebeu vermelho direto, no momento que o time perdia por 1 a 0 para o River-PI, no estádio Albertão, em Teresina. César se defendeu e rebateu a interpretação do árbitro da partida, Djalma Alves, que aplicou o cartão após uma série de xingamentos do camisa 1.

- Meu xingamento não foi direcionado para ele. O Vitor soltou a bola no chão e depois pegou de volta. Já foi um erro grosseiro dele. Depois, eu gritei para minha equipe, os xingamentos foram para eles porque nós estamos numa situação complicada no campeonato. Isso não é uma forma de desrespeito aos jogadores, mas é como desabafo na tensão do jogo. Ele foi lá e interpretou que foi para ele. Aí cometeu dois erros, um do Vitor e outro de me expulsar – desabafou o goleiro azulino.
César deu continuidade lamentou ter que acumular a primeira expulsão na carreira. O goleiro, que demorou a sair de campo após tentar convencer o árbitro que os xingamentos não foram direcionados a ele, vai desfalcar o Parnahyba no duelo contra o Altos, na última rodada da fase de classificação do Piauiense.

Matérias relacionadas:
- Eu não o gritei, até porque eu sei que o nome dele é Djalma, apitou outros jogos nossos, é um grande árbitro, mas infelizmente ele errou grosseiramente hoje. Tenho um respeito muito grande pela arbitragem e nunca fui expulso na minha carreira. Tenho respeito muito grande por todo mundo. Agora ele vai colocar na súmula que eu xinguei ele, que fiz isso e aquilo, porque ele tem todo o respaldo e quem vai sofrer somos nós – disse.

A derrota para o River-PI manteve o Parnahyba fora da zona de classificação. O time tem chances remostas de chegar ao G-4 porque o 4 de Julho apenas empatou com o Piauí e abriu dois de diferença. Na última rodada, o Tubarão precisa vencer o Altos e torcer para o Colorado não derrotar o Flamengo-PI. O último jogo do Tubarão está marcado para as 16h, no estádio Verdinho, em Parnaíba, no dia 1º de abril.

Por Stephanie Pacheco e Josiel Martins/G1 | Edição: Jornal da Parnaíba
Postar um comentário