sábado, janeiro 27, 2018

Quatro vítimas de tragédia em Cajueiro da Praia continuam internadas


Segundo informações da assessoria do HEDA, o estado mais grave era de uma senhora, identificada como Maria Vieira, 60 anos.
Manoel Jesus Alves (Foto: Kairo Amaral/Meio Norte)
Quatro das cinco pessoas lesionadas na tarde dessa quinta-feira (25), por Manoel Jesus Alves, 45 anos em Cajueiro da Praia, continuam internadas no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA), em Parnaíba. O homem matou a companheira e o enteado a golpes de foice.

Segundo informações da assessoria do HEDA, o estado mais grave era de uma senhora, identificada como Maria Vieira, 60 anos. Ela sofreu uma lesão no crânio e passou por uma cirurgia neurológica ainda na noite dessa quinta (25), e está se recuperando segundo os médicos.

A segunda e a terceira vítima são familiares de Manoel, Wanderson, sobrinho do acusado, que sofreu um ferimento na cabeça e no pulso e Maria de Nazaré, mãe de Wanderson, que está em observação.

A quarta vítima é um jovem identificado apenas como Gustavo, ele foi lesionado na testa e na cabeça, passou por cirurgia e está consciente.

A única vítima que foi liberada pelo hospital foi um homem, identificado como Antônio, que teve apenas um corte no pulso.

Entenda o caso
Um homem identificado como Manoel Jesus Alves, 45 anos, matou a golpes de foice sua esposa e o enteado e ainda tentou matar outras cinco pessoas na tarde desta quinta-feira (25), no município de Cajueiro da Praia, litoral do Piauí. Os familiares foram identificados como Maria José Alves Pereira, 40 anos, e Diego Alves Pereira, 16 anos. O homem se feriu ao fugir dos policiais, mas foi pego e encaminhado para o hospital de Parnaíba sob escolta da polícia.

Por Thais Souza Débora Dayllin | Edição: Jornal da Parnaíba
Postar um comentário