quarta-feira, agosto 02, 2017

Central de Flagrantes de Parnaíba é acionada na “Operação Fantasma”

Polícia Civil de Parnaíba cumpre mandado de Prisão em Jericoacoara-CE na “Operação Fantasma” e preso é trazido para Central de Flagrantes de Parnaíba.
Uma equipe da Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio (DEPATRI), regional de Parnaíba, coordenada pelo delegado João Rodrigo Luna, cumpriu nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira (02/08), mandado de prisão contra uma pessoa apontada como chefe de uma associação criminosa no Piauí. 

Os policiais da DEPATRI dirigiram-se por volta de 1h da madrugada até a praia paradisíaca de Jericoacoara, no litoral cearense e efetuaram a prisão de MIRTDAMS JUNIOR, acusado de chefiar organização criminosa no Estado do Piauí. 
Além da prisão, foi apreendido um veículo modelo Toro com placas de Campo Maior e diversos cartões de créditos. De Jericoacoara, os policiais passaram delegacia de Jijoca na sequencia para Central de Flagrantes de Parnaíba. Da central de flagrantes o preso foi conduzido para Teresina numa viatura da delegacia geral.


ENTENDA O CASO
O Grupo Interinstitucional de Combate aos Crimes Contra a Ordem Tributária-GRINCOT, composto pela DECCOTERC/Polícia Civil do Piauí, Ministério Público Estadual, Procuradoria Geral do Estado, SEFAZ-PI e 10ª Vara Criminal de Teresina deflagrou nesta quarta-feira (02/08), OPERAÇÃO FANTASMA para cumprimento de 11 (onze) Mandados de Prisão Temporária, 03 (três) de Mandados de Prisão Preventiva, 15 (quinze) sequestros e remoção de bens, além de 23 (vinte e três) Mandados de Busca e Apreensão expedidos pelo Juiz da 10ª Vara Criminal de Teresina.
As ações se concentram nas cidades de Teresina e Campo Maior e tem como objetivo desarticular organização criminosa que vem atuando no Piauí utilizando empresas fantasmas e notas fiscais frias, praticando assim, fraudes fiscais/tributárias que lesaram o fisco em mais de R$ 81.000.000,00 (oitenta e um milhões de reais). Entre as empresas usadas na fraude, constam 03 (três) dentre as dez maiores devedoras do fisco estadual.

Participam da Operação aproximadamente 100 pessoas, entre policiais civis, auditores fiscais, técnicos da SEFAZ-PI, MPE-PI e Policiais Rodoviários Federais - PRF.

Jornal da Parnaíba com informações do Portal do Catita
Postar um comentário