sábado, maio 27, 2017

Homem que matou frentista é preso após ser baleado

Equipes da Polícia Civil, através da Delegacia de Homicídios/Tráfico/Latrocínio de Parnaíba e da Polícia Militar, através do Serviço Reservado, deram cumprimento, na manhã deste sábado (27/05), a um mandado de prisão preventiva expedido em desfavor de Erismar Carvalho Pereira, mais conhecido “Preá”.

Erismar Carvalho era procurado pelas polícias locais, por ser um dos autores do latrocínio que vitimou Francisco José Rodrigues, funcionário do Posto Atalaia, fato ocorrido no dia 16 de março de 2016, no Armazém Mesquita, centro de Parnaíba.

Matérias relacionadas:
Acusado de emprestar moto que culminou em latrocínio presta depoimento
Preso acusado de matar frentista dentro do Mesquita Variedades
Homem confessa participação no latrocínio do frentista
Acusados de latrocínio do frentista são transferidos para penitenciária
Apreendido Celta que deu cobertura a latrocínio do frentista

O indivíduo foi preso no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA); pois deu entrada nesta unidade médica na madrugada de terça-feira (23/05), utilizando nome falso (Eliomar Carvalho Pereira), para ser submetido a procedimento cirúrgico, em virtude de encontrar-se baleado, tendo sido alvejado por dois disparos de arma de fogo, um na parte superior do tórax e outro abaixo da clavícula.

“Preá” afirmou, ao ser preso, que foi baleado em sua residência atual, na cidade de São Bernardo (MA). Sendo um indivíduo de alta periculosidade, o preso responde também a inquérito policial por tráfico de drogas na cidade de Parnaíba. A prisão apenas foi possível após a realização de uma denúncia anônima pela população.

A Polícia Civil agradece a colaboração, e aproveita para reforçar a divulgação da mais nova ferramenta disponível para a realização de denúncias anônimas de crimes e criminosos das cidades da planície litorânea, Parnaíba, Luís Correia, Buriti dos Lopes e Cocal, cujo link segue abaixo.

Denuncie

Jornal da Parnaíba com informações da Polícia Civil
Postar um comentário