terça-feira, março 28, 2017

Flamengo é goleado pelo 4 de Julho e perde o treinador

Em noite de gala de Júnior Pindaré, Flamengo é goleado pelo 4 de Julho e Cícero Monteiro não é mais treinador do clube.

O Flamengo recebeu o 4 de Julho no Lindolfo Monteiro, em Teresina (PI), e foi goleado por 4 a 1, na noite desta segunda-feira (27), na abertura do 2º Turno do Campeonato Piauiense de futebol. Após a partida, o clube anunciou que Cícero Monteiro não é mais treinador do time.

O Colorado ganhou com três gols de Júnior Pindaré e um de Wilsinho. Barata descontou para o rubro-negro, que no próximo sábado (1º) enfrentará Picos, fora de casa. No mesmo dia, o 4 de Julho recebe o Parnahyba, equipe que também venceu no dia 11 de fevereiro pelo primeiro turno pelo placar de 1 a 0 no primeiro turno jogando no Pedro Alelaf com gol de Ted Love.

Depois do jogo, em nota curta, o Flamengo anunciou que Cícero Monteiro não é mais treinador do clube. O auxiliar Fernando Silva também deixa o cargo. Os substitutos ainda não foram anunciados.

O jogo
O 4 de Julho pouco mudou em relação ao 1º Turno. A principal diferença foi a saída do técnico Luís Miguel, que deu lugar a Pedro Manta.

Já o Flamengo estava repleto de ausências. Dos novos jogadores, apenas o zagueiro Moisés foi regularizado, e começou no banco de reservas. O atacante Fabinho, que sentiu dores musculares e foi poupado de treinos na última semana, saiu do time titular. 

Sem Evandrízio, com regularização ainda pendente, o reserva Robson foi para o gol rubro-negro. Na falta de outra opção, Thiago Gomez "Zizau", de apenas 16 anos, era o substituto caso Robson precisasse sair do jogo. 

Robson ficou até o fim e levou o primeiro gol aos 14 minutos, em um belo chute de Juninho Pindaré. Aos 41, Ted Love driblou quase todos que viu pela frente e passou a bola para Pindaré fazer o segundo. 

A melhor chance do Flamengo em toda a partida foi aos 44 minutos do primeiro tempo, quando Lima acertou uma bicicleta, defendida pelo goleiro Neto. 

Com Fabinho em campo no segundo tempo, o Leão correu mais e teve mais chances de gol. Só não contou com a sorte.

Aos 14 minutos, Wilsinho cobrou falta e mandou a bola em direção à pequena área. Ainda que a bola pareça ter desviado na zaga rubro-negra, o árbitro assinalou gol do jogador do 4 de Julho. 

Juninho Pindaré marcou novamente aos 24 minutos, em outro belo chute contra o goleiro Robson. E depois disso, o 4 de Julho abusou de desperdiçar oportunidades para ampliar a goleada. 

Aos 38 minutos, as investidas do Flamengo surtiram efeito. No ataque rubro-negro, o goleiro Neto deu rebote e Barata aproveitou para marcar. 

Ao final da partida, o Flamengo seguiu orientação da direção do clube e saiu de campo sem dar entrevistas, exceto pelo atacante Eduardo, que parabenizou o time de Piripiri e criticou a arbitragem por um cartão amarelo sofrido em uma falta que ele afirmou não ter feito.

Por Fábio Lima/Cidade Verde | Edição: Jornal da Parnaíba
Postar um comentário