quinta-feira, maio 09, 2019

Luiz Correia ou Luís Correia? Qual é a escrita correta?

O nome Luiz Correia é uma homenagem ao ilustre habitante Luiz de Morais Correia.
Busto de Luiz de Moraes Correia que dá nome ao município praiano
Embora o nome oficial da cidade seja Luiz Correia (PI), isso mesmo, Luiz com Z e não com S, não se encontra nada, ou quase nada no município que se refira ao nome da cidade que esteja escrito de forma correta.

Até os documentos oficiais do município e do estado vem sendo escritos com S. Até documentos cartorários, certidões de nascimento, tudo vem sendo escrito com S. Por isso todos nós escrevemos dessa forma, pois já se popularizou de uma tal forma que que fica difícil mudar. Mas cabe a cada um de nós tentar mudar isso para que seja resgatado o nome correto que consta na certidão de nascimento do município e na certidão de nascimento do homenageado.
Placa em ferro fundido que está no busto de Luiz de Moraes Correia com o nome correto da cidade, mas está quase coberto por uma pintura de cal mal feita que quase não dá pra ler.
Das poucas coisas encontradas com o nome corretamente escrito como consta na lei há um busto de Luiz de Moraes Correia com a placa em ferro fundido que está quase abandonado em uma praça que fica no encontro da Avenida Joaquim Pires com a rua José Ivo dos Santos em Luiz Correia. Afora isso, nada mais, os documentos, os órgãos tudo está inexplicavelmente escrito com S.

Luiz Correia originalmente chamava-se Villa da Amarração, território piauiense que começou a ser povoado por volta de 1820.
Lei que muda o nome de Villa de Amarração para Luiz Correia
Por algum tempo a cidade chegou a estar sob a jurisdição do estado de Ceará, mas no ano de 1880, voltou a pertencer ao estado do Piauí, após o governo deste reivindicar de volta seu território, e oferecer, em troca, dois importantes municípios piauienses, Independência e Príncipe Imperial, que hoje correspondem à região de Crateús e Independência, que mais adiante também emanciparia Novo Oriente, ambas no Ceará.


No estado, o município foi o primeiro alforriar seus escravos, por iniciativa de Joaquim Rodrigues da Costa (Comendador das Rosas), que em 1886, liberou os 14 negros de sua propriedade denominada de fazenda Cearazinho na localidade que hoje forma a comunidade Cearazinho. A importância social e histórica de sua ação hoje é simbolizada na figura de uma corrente quebrada no Brasão do município.
No dia 04 de setembro 1935, através da Lei número 6 assinada pelo governado do estado do Estado do Piauhy, Dr. Leonidas de Castro Mello, a Villa de Amarração passou a ser chamada de Luiz Correia, em homenagem ao filho ilustre Luiz de Morais Correia falecido no ano anterior. 

Dr. Luiz de Moraes Correia também foi homenageado com nome de rua em Fortaleza (CE) no bairro Dom Lustosa.

Até os órgãos públicos do município, como fórum, prefeitura e até a placa de veículos estão escritos de forma errada em descordo com nome constantes dos documentos de sua criação.
Luiz de Moraes Correia nasceu na Villa de Amarração, em 23 de novembro de 1881 e faleceu, em Fortaleza, em 23 de outubro de 1934, era casado com dona Esmerina, irmã de João Tavares e Silva, pai de Alberto Tavares Silva e João Silva Filho.

O Dr. Luiz de Moraes Correia foi, no Piauí, chefe de Polícia. Promotor público em Parnaíba e em Teresina. Secretário geral do Estado e procurador dos Feitos da Fazenda.

Era membro da Academia Piauiense de Letras. Patrono da cadeira 32 da Academia Parnaibana de Letras.

No Ceará, onde desenvolveu a maior parte de sua atividade cultural e profissional, dirigiu a Procuradoria dos Feitos da Fazenda e a secretaria de Finanças. Foi juiz federal. Professor catedrático da Faculdade de Direito do Ceará.

Era membro da Academia Cearense de Letras. Foi, ainda, membro do Instituto de Ciências e Letras do Recife.
Cópia do documento original publicada no Diário Oficial do Estado do Piauí que muda o nome Villa de Amarração para Luiz Correia
Cópia do documento original publicada no Diário Oficial do Estado do Piauí que muda o nome Villa de Amarração para Luiz Correia

Busto do homenageado Luiz de Moraes Correa

Pintaram com cal (melaram) parte da placa que está afixada abaixo do busto de Luiz de Moraes Correia
.

Por José Wilson | Jornal da Parnaíba
Clique AQUI e saiba mais informações de Parnaíba e região

Nenhum comentário: