domingo, dezembro 02, 2018

Peixe camurupim receberá transmissores para pesquisa com monitoramento via satélite

O Camurupim será monitorado via satélite por pesquisadores do Instituto Tartaruga do Delta

Dando continuidade às etapas da Pesquisa de telemetria (monitoramento via satélite) em andamento na região da APA Delta do Parnaíba a equipe do projeto Rotas da Conservação reuniu-se com pescadores da praia da Pedra do Sal. Durante a reunião, pesquisadores apresentaram vídeos esclarecendo o manejo utilizado para aplicação dos transmissores nos peixes. Além disso, tiveram contato com o equipamento compreendendo melhor os trabalhos de marcação.
Os pesquisadores realizaram palestra com pescadores da Pedra do Sal, em Parnaíba
De acordo com Werlanne Magalhães, coordenadora do projeto os trabalhos de aplicação dos transmissores serão realizados com o apoio dos pescadores da Ilha das Canárias e Pedra do Sal, envolvidos com a pesca do camurupim. “A vivência de campo e a experiência dos pescadores serão fundamentais para atingir os objetivos dos trabalhos de Pesquisa que apresenta como objetivo ampliar conhecimento sobre espécies migratórias, compreender o deslocamento do camurupim e da tartarugas-de-couro. Estes dados serão importantes para discutir plano de gestão e conservação para a espécie”, esclarece Werlanne Magalhães.
O Projeto Rotas da Conservação é executado pelo Instituto Tartarugas do Delta e financiado pela Shell Brasil com recursos da cláusula de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (Cláusulas P&D) dos contratos de concessão da Agência Nacional do Petróleo (ANP).

Por: Carol Porto - DRT 1178/P | Edição: Klise Albuquerque/Jornal da Parnaíba
Postar um comentário