domingo, novembro 11, 2018

Centenário: “Alberto Silva foi um líder à frente do seu tempo”, diz Mão Santa


O prefeito de Parnaíba, Mão Santa, falando a respeito do centenário de Alberto Silva que transcorre neste sábado, dia 10, disse que nenhum outro político piauiense teve a grandeza dele, reconhecida por todos como um grande engenheiro, inovador, admirável em vários aspectos e também como liderança política.

“No dia 14 de agosto, aniversário de Parnaíba, nós determinamos que nos desfiles cívicos das escolas municipais, fosse feita uma homenagem a ele, Alberto Silva. E todas as escolas, de forma muito significativa, relembraram a obra e a história de vida deste parnaibano ilustre. Foi um desfile muito emocionante, aplaudido por todos”, lembrou Mão Santa.
“Faço parte da história de Alberto Silva. E ainda me lembro da primeira eleição que ele disputou de prefeito de Parnaíba, quando venceu Darcy Araújo, com a votação de Cocal, que fazia parte do nosso município e onde ele tinha influência porque o trem passava por lá. Alberto Silva na época estava começando na política e era engenheiro da Estrada de Ferro Central do Piauí. No final, com os eleitores de Cocal, ele ganhou por 90 votos. Governou por 2 anos e fez uma grande administração. O 2º mandato de prefeito - 4 anos, já não foi tão brilhante, porque a elite parnaibana tirou o apoio dele. Depois, provando que não guardava mágoas de adversários, Alberto convidou Darcy Araújo para ser seu secretário quando foi governador”, relembra o prefeito.

Mão Santa conta ainda que Alberto Silva, eleito deputado estadual, o mais votado em Parnaíba, por conveniência das forças oligárquicas da época, foi “convidado a aceitar a chefia da Estrada de Ferro Centro do Piauí, para dar o lugar de deputado para a elite política de Teresina. E foi um extraordinário administrador da Estrada de Ferro”.

Para Mão Santa, uma das razões de Alberto Silva haver sido o homem grandioso que foi, é que ele tinha uma grande mulher. “Ele me dizia que dona Florisa Silva era de uma grandeza espiritual fascinante. Uma força espiritual muito grande e que merece também todas as homenagens”, destaca. Havendo convivido com ele como senador da República, Mão Santa disse haver aprendido muito com Alberto Silva, “um homem dinâmico, sempre à frente do seu tempo”.

Fonte: Supcom | Edição: Jornal da Parnaíba
Postar um comentário