quarta-feira, outubro 17, 2018

Estelionatária que oferecia emprego na prefeitura de Parnaíba é condenada a 82 anos de prisão

A mulher cobrava R$ 350,00 pela falsa promessa de emprego na Prefeitura de Parnaíba e R$ 500,00 para o Estado do Piauí.


A Juíza de Direito da 1ª Vara Criminal da Comarca de Parnaíba, Dra. Maria do Perpétuo Socorro Ivani de Vasconcelos, condenou no dia a 82 anos de prisão em regime fechado Ana Catarina Brito Cunha, conhecida pela alcunha “Ana Paula” pelo crime de Estelionato praticado de forma contumaz.

“Ana Paula” já encontra-se recolhida a Penitenciária Mista de Parnaíba Juiz Fontes Ibiapina desde o dia primeiro de dezembro de 2017 quando foi presa pela Policia Civil do Estado do Piauí, por intermédio da Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio de Parnaíba - DEPATRI, em cumprimento de Mandado de Prisão Preventiva expedido pela 1ª Vara Criminal de Parnaíba, pela prática de crime de Estelionato.

O estelionato era praticado por “Ana Paula” que cobrava das suas vítimas a quantia de R$ 350,00 (trezentos e cinquenta reais) sob falsa promessa de empregar pessoas da Prefeitura Municipal de Parnaíba e R$ 500,00 (quihentos reais) para suposto emprego no Estado do Piauí.

Matéria relacionada: Mulheré presa acusada de aplicar golpe do falso emprego em Parnaíba.

A pessoa entregava para “Ana Paula” o currículo à procura de emprego, ela analisava o currículo e dizia que tinha um contato na Prefeitura e no Governo do Estado e que ia conseguir uma vaga, mas antes precisava do pagamento de uma taxa. Durante as investigações Polícia Civil encontrou os recibos que a suspeita repassava para as vítimas. A suspeita é de que o golpe estaria sendo aplicado há cerca de quatro meses. A condenada já possuía diversas passagens pela Polícia pelo crime de estelionato.

Foram contabilizadas pelo menos 16 vítimas as quais prestaram depoimento na delegacia e na justiça. A sentença é do dia 04 de outubro de 2018.

Confira AQUI a sentença da Juíza da 1ª Vara Criminal da Comarca de Parnaíba, Dra. Maria do Perpétuo Socorro Ivani de Vasconcelos

Por José Wilson | Jornal da Parnaíba
Postar um comentário