domingo, setembro 23, 2018

Um morto e um gravemente ferido em acidente na estrada da Pedra do Sal

Estrada inacabada de acesso a praia da Pedra do Sal e sem sinalização faz mais uma vítima neste domingo.
Por volta das 17hs deste domingo (23) um acidente envolvendo um veículo que se deslocava na PI 116 no sentido Pedra do Sal a Parnaíba que seria conduzido por um policial militar reformado, identificado por Francisco das Chagas Santos, conhecidos popularmente por Chagas Santos, 56 anos, colidiu de frente com uma motocicleta que seguia no sentido contrário. O acidente ocorreu na comunidade Labino. Chagas Santos é suplente de vereador tendo sido candidato pelo PSL (Partido Social Liberal) em 2016 tendo obtido 671 votos. Chagas Santos fez o teste de bafômetro onde foi constatado teor de álcool no sangue acima do permitido e em seguida foi preso e conduzido para o Quartel da Polícia Militar.
A moto Yamaha XTZ 150cc, placa PIY 2576, Ilha Grande, era conduzida por um homem identificado por Claudiomar Freitas da Silva, 32 anos, e que é Agente Comunitário de Saúde em Ilha Grande, que trazia seu filho de seis anos na garupa. Na colisão o condutor morreu no local do acidente e seu filho foi atendido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e encaminhado em estado gravíssimo ao Hospital Estadual Dirceu Arcoverde, em Parnaíba.
Informações repassadas por populares informaram que o veículo teria invadido a faixa contrária e colidiu de frente com um motociclista e havia suspeita de que o condutor estaria alcoolizado.
O Agente de Saúde Claudiomar, morava nos Morros da Mariana foi vítima de acidente na estrada da praia da Pedra do Sal, em Parnaíba.
Uma guarnição PPTran (Pelotão de Patrulhamento de Transito) da Polícia Militar esteve no local para levantamentos da ocorrência. Informações de que ainda nesta tarde e noite de domingo ocorreram outros dois acidentes na estrada inacabada e sem sinalização, já denominada como “estrada da morte” que liga Parnaíba a Praia da Pedra do Sal.’

O carro tumba do Instituto de Medicina Legal (IML) fez o recolhimento do corpo após a liberação da perícia criminal. Após a realização da necrópsia o corpo será liberado para os familiares realizarem os funerais.

Por José Wilson | Jornal da Parnaíba
Postar um comentário