quarta-feira, setembro 19, 2018

Preso suspeito pela morte do coordenador de penitenciária no Litoral do Piauí

O agente penitenciário José Silvino da Silva foi executado com três tiros no rosto na cidade de Parnaíba, em novembro de 2017. Outro suspeito já estava preso desde maio.
Jonatas dos Santos Silva, acusado pela morte de José Silvino da Silva, que era coordenador da Penitenciária de Parnaíba.
A Polícia Civil prendeu na tarde desta terça-feira (18) um homem identificado por Jonatas dos Santos Silva, de 19 anos, apontado como o principal suspeito da morte do agente penitenciário, José Silvino da Silva, em novembro do ano passado, na cidade de Parnaíba, Litoral do Piauí. O suspeito estava foragido desde a autoria do crime.

Outro suspeito por envolvimento da morte do agente, reconhecido como Rauellison de Souza Araújo, de 20 anos, já se encontrava preso desde maio deste ano e sua prisão aconteceu na cidade de Porto Velho, no estado de Rondônia. Ele era procurado pela justiça dos estados do Pará e Piauí, suspeito de tentativa de latrocínio e outros crimes.
José Silvino da Silva, Agente coordenador da Penitenciária de Parnaíba foi executado por dois homens em uma moto — Foto: Divulgação/Sinpoljuspi
Os mandatos foram cumpridos pela Delegacia de Combate ao Homicídio, Tráfico de Drogas e Latrocínio de Parnaíba (DHTL).

Relembre o caso
José Silvino da Silva era coordenador de disciplina na Penitenciária Mista de Parnaíba. Ele foi alvejado com três tiros na face no dia 22 de novembro de 2017, em uma loja de rações em um conjunto habitacional de Parnaíba.

Segundo o delegado Everton Férrer, gerente de policiamento do interior, o crime aconteceu aproximadamente às 20h, quando dois homens chegaram em uma motocicleta e perguntaram por Silvino pelo nome.
Penitenciária Mista de Parnaíba, onde o agente penitenciário trabalhava como coordenador de disciplina. — Foto: Patrícia Andrade/G1
"As características são de execução mesmo, eles nem anunciaram assalto, nada disso. Já chegaram perguntando pelo agente. Inicialmente acreditamos que ele foi atingido por quatro tiros, mas somente o laudo cadavérico vai poder confirmar", explicou o delegado.

No ato da operação também foi cumprido a prisão temporária de Francivaldo de Sousa, de 32 anos que também estava foragido, suspeito de envolvimento na morte de José Maria Fernandes, de 49 anos. O crime aconteceu no bairro Sabiazal, em Parnaíba, em janeiro deste ano. Segundo a polícia, a vítima foi encontrada dentro de sua casa, em uma vala com várias perfurações.

José Marcelo e Catarina Costa/G1 | Edição: Jornal da Parnaíba
Postar um comentário