quarta-feira, agosto 15, 2018

Governo do Estado abandona obra da adutora do litoral

Depois muita badalação e várias Ordens de Serviços assinadas, com um começo que parecia ser pra valer, a Obra tão esperada por todos e principalmente para a praia de Barra Grande e comunidades rurais dos Municípios de Parnaíba, Ilha Grande, Luís Correia e Cajueiro da Praia. A obra seria fundamental para o abastecimento d'água na região e contribuirá para desenvolver o turismo no litoral piauiense.

A Adutora do Litoral é apenas mais uma das muitas obras inconclusas no Estado, com promessa de finalização ainda no ano passado a obra já se arrastar por anos. Trata-se da segunda etapa da obra que deverá acabar com os problemas de falta de água pelos próximos 30 anos, em períodos de alta estação, principalmente, em todo o litoral do Piauí.
A Adutora não passa de um amontoado de Canos abandonados em um canteiro obras parado no na comunidade Carnaubal na zona rural de Luís Correia.

Ao todo, seriam investidos R$ 58 milhões na construção de 69,5 km de adutora. A tubulação possui um ramal que vai de Luís Correia, passando pelas praias do Coqueiro, Barramares, Arrombado, Carnaubinha, Maramar, Macapá, Sobradinho, Camurupim, cidade de Cajueiro da Praia e praias de Barrinha e Barra Grande. Outro ramal vai de Parnaíba para Ilha Grande e Pedra do Sal.
Em entrevista a um canal de TV nesta quarta-feira, o senador Elmano Ferrer (Podemos-PI) listou 10 grandes obras hídricas do estado que estão paralisadas ou nem foram iniciadas. Entre elas, destacou: Barragem Tinguis, em Brasileira; Barragem Atalaia, em Corrente e Sebastião Barros; Barragem de Castelo; Barragem e Adutora de Santa Cruz dos Milagres; Barragem Nova Algodões, em Cocal; Adutora do Litoral, em Parnaíba; Adutora Piaus, de Bocaína; e Adutora do Sudeste. Ainda segundo o senador o plano de segurança hídrica do estado do Piauí está sendo um desastre na sua execução.
Jornal da Parnaíba com informações adicionais e fotos do Blog do Gil Veras
Postar um comentário