quinta-feira, agosto 23, 2018

"Estrada da Morte" continua a tirar vidas de parnaibanos e turistas

Ex-governador Zé Filho iniciou a obra de ampliação da rodovia da Pedra do Sal e deixou recursos assegurados para sua conclusão; ainda assim não foi finalizada.
Nos últimos anos foram muitos acidentes e vidas perdidas no trecho de 15 km da "Estrada da Morte", a rodovia estadual, PI 116 e 210, que liga Parnaíba à Praia da Pedra do Sal e ao município de Ilha Grande. Antes, com pequena faixa da pista, a estrada sempre foi um perigo para os condutores de veículos e um obstáculo para o desenvolvimento turístico da única praia de Parnaíba.

Sensível ao apelo de moradores das comunidades situadas ao longo da estrada, o ex-governador Zé Filho assinou a obra de ampliação da rodovia, que foi iniciada em 2014, mas que até hoje, infelizmente, não foi concluída por Wellington Dias, que busca reeleição para o Governo do Estado. 

Para se somar ao risco de se transitar em uma rodovia sem sinalização e não finalizada, o parnaibano ou turista ainda enfrenta os transtornos de outra obra em atraso da gestão Wellington Dias em Parnaíba, a reforma da Ponte Simplício Dias. Uma sequência de incompetência para quem vai conhecer as belezas da Pedra do Sal ou pretende conhecer no nosso Delta do Parnaíba. 

Em cada acidente e vida ceifada na rodovia da Pedra do Sal, a marca da insensibilidade do governo Wellington Dias.

Fonte: Peagabê | Edição: Jornal da Parnaíba
Postar um comentário