terça-feira, agosto 28, 2018

Estado estaria há três meses sem repassar as parcelas do consignado

Há pelo menos três meses que o governo do estado do Piauí não repassa a Caixa Econômica Federal - CEF, as parcelas do empréstimo consignado dos servidores, apesar de recolher os valores no contracheque mensal. O atraso no recolhimento deixa o servidor com o nome no SPC, consequentemente impedido de fazer negócios a prazo no comércio e na rede bancária.
No caso da prática do Estado de descontar a parcela do crédito do servidor e não repassá-la aos bancos que cederam o crédito é um caso de apropriação indébita. Isso é mais grave do que pedaladas fiscais.

Sobre isso o ex-deputado estadual Tomaz Teixeira tuitou nesta terça-feira (28) a denúncia com o comprovante de um funcionário do estado. Veja!
"Servidor foi renovar seu consignado direto no Caixa Eletrônico, promoção da CEF para quem está com crédito legal e suas parcelas em dia. Mas, tomou um susto: é o 4º mês consecutivo que o estado tira do seu contracheque, mas não repassa ao banco credor a CEF. Isso é grave Governador!" (Tomaz Teixeira)
Por José Wilson | Jornal da Parnaíba
Postar um comentário