quarta-feira, agosto 22, 2018

Campanha pela melhoria na gestão da pesca artesanal chega ao Delta do Parnaíba

Evento de lançamento mobiliza autoridades locais e comunidades pesqueiras em duas áreas marinhas protegidas na região do Delta do Parnaíba, o litoral do Piauí e do Maranhão.
Ilha das Canárias no Delta do Parnaíba
Construir e regulamentar acordos de pesca e engajar os pescadores em uma gestão sustentável e participativa da atividade são os objetivos da Campanha por Orgulho que será lançada esta semana no Delta do Parnaíba, abrangendo áreas no litoral do Piauí e do Maranhão. A iniciativa é da ONG Rare, que vem implementando esse tipo de campanhas no país desde 2015, num esforço coordenado que inclui desde o estímulo ao sentimento de apropriação e orgulho dos recursos naturais de determinadas áreas e a mediação de conflitos até ações de monitoramento biológico e proposição de medidas de manejo adequadas, visando a adoção de práticas sustentáveis e a recuperação da produção pesqueira.

A Reserva Extrativista (Resex) Delta do Parnaíba e a Área de Proteção Ambiental (APA) Delta do Parnaíba constituem uma área de replicação da Rare, em continuidade ao trabalho realizado na região no ciclo anterior (2015-2017). Em sua nova temporada de ações no país, que vai de 2017 a 2019, a Rare também está atuando em outras nove áreas marinhas protegidas localizadas no litoral do Maranhão, Pará e Pernambuco.
Porto dos Tatus no município de Ilha Grande (PI)
O arquipélago formado por mais de 70 ilhas fluviais que constitui o Delta do rio Parnaíba é uma região com enorme diversidade de flora e fauna, especialmente rica em aves, peixes e crustáceos, com exuberância de manguezais, igarapés, lagoas de água doce, praias e dunas que atraem visitantes de todos os cantos do planeta.

Engajamento e orgulho - Em que pese toda essa riqueza, Luciano Galeno, responsável pela coordenação da campanha no Delta do Parnaíba, comenta que os pescadores dessas áreas vêm percebendo, a cada ano, a redução do estoque de algumas espécies, sobretudo aquelas de maior valor comercial que são muito exploradas. Por isso, um dos objetivos da Campanha por Orgulho nessa área é sensibilizar as comunidades pesqueiras sobre a importância de as espécies terem um descanso reprodutivo, para que se consiga a recuperação dos estoques tão valiosos para a economia e os modos de vida local, e, neste sentido, formalizar regulamentações como os acordos de pesca.
A rare inspira mudanças para que as pessoas e a natureza possam prosperar
A bióloga Ana Carolina Marciano, gerente de programas da Rare, conta que uma das táticas nesse tipo de campanha é a identificação de espécies-alvo de importância local utilizadas como chamariz para estimular o envolvimento comunitário. No caso do Delta do Parnaíba, a espécie selecionada foi o robalo. “A espécie se torna protagonista por meio de uma mascote carismática que marcará presença em ações de educação ambiental em escolas, espaços e eventos públicos e será porta-voz de informações sobre as ameaças à biodiversidade”, revela. Ela explica, contudo, que, como o objetivo da campanha é a construção de um acordo de pesca, o esforço pretende envolver todos os pescadores, não se restringindo apenas aos de robalo.

A Campanha por Orgulho é baseada em uma metodologia da Rare que utiliza técnicas de marketing social para impulsionar mudanças de comportamento que beneficiam a natureza e a qualidade de vida das comunidades costeiras de pescadores. A Rare acredita que os esforços de conservação ambiental só são bem-sucedidos quando aliam ciência à uma compreensão dos aspectos sociais e das normas culturais de uma dada localidade. O trabalho visa promover o sentimento de orgulho nas pessoas em relação às espécies, às tradições e aos hábitats locais que tornam suas comunidades únicas e especiais. Ao mesmo tempo, a campanha fornece as ferramentas necessárias para que a população possa conservar seus recursos naturais e propõe alternativas àquelas condutas nocivas ao meio ambiente.
Ana Carolina Marciano lembra que outra tradição nas Campanhas por Orgulho é utilizar a música para sensibilizar as pessoas. “Por isso promovemos um encontro de um músico local, oriundo de uma das comunidades no Pará onde também estamos implementando esse trabalho, para liderar a criação de uma canção temática para as campanhas, com a participação dos coordenadores de campanha e da equipe Rare”. O esforço culminou na composição coletiva de “Eu sou Pescador”, gravada nas versões carimbó e forró, para ser disseminada no Pará, em Pernambuco, no Maranhão e no Piauí.

‘Pescar, Conservar, Prosperar’ é o slogan do pacote de Campanhas por Orgulho que a organização está implementando no litoral brasileiro. Em comum, elas também têm, na linha de frente da iniciativa, a figura do Coordenador de Campanha – uma liderança local escolhida pela Rare e parceiros que recebe extensa capacitação em marketing social voltado para comunidades, planejamento de campanhas, gestão pesqueira e financeira para poder realizar o trabalho junto às comunidades.

As ações da campanha no Piauí devem envolver diretamente cerca de 700 pescadores e impactar aproximadamente 3 mil pessoas – entre pescadores e familiares.

Parcerias institucionais - Em âmbito nacional, a Rare tem como parceiros na implementação das campanhas o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e a Comissão Nacional para o Fortalecimento das Reservas Extrativistas Marinhas (Confrem). Dentre as alianças estratégicas no Estado do Piauí, destacam-se a Universidade Federal do Piauí, a Comissão Ilha Ativa (CIA) e colônias de pescadores artesanais locais.

Agenda de lançamento da campanha por orgulho no Delta do Parnaíba
24/08 - Reserva Extrativista Marinha Delta do Parnaíba (foco no MA)
26/08 - Área de Proteção Ambiental Delta do Parnaíba (foco no PI) 

Por Isabela de Lima Santos| Jornal da Parnaíba
Postar um comentário