domingo, maio 20, 2018

Vandalismo ou intolerância? Santuário Mãe dos Pobres é invadido e depredado

O Santuário Nossa Senhora Mãe dos Pobres e Senhora do Piauí, no centro da cidade de Ilha Grande (PI), foi invadido e depredado na madrugada da última  sexta-feira (18/05). Algumas imagens ficaram bastante danificadas e outras foram levadas, bem como outros objetos. O lugar é de responsabilidade da Prefeitura do município de Ilha Grande e não dispõe de vigilância.

O comandante do Grupamento da Polícia Militar (GPM) de Ilha Grande, sargento F. Alberto, informou que o crime aconteceu pela madrugada e não foi denunciada a polícia ostensiva para que a equipe interviesse. Disse ainda que os maiores casos atendidos são de perturbação do sossego por som alto, drogas e em casos mais raros violência doméstica. Com relação a furtos, informou que são em tono de vinte casos por ano.
Casos de criminalidade na Ilha Grande
No ano de 2017, foram registrados pelo Grupamento da Polícia Militar de Ilha Grande, duas vitimas de acidente de trânsito, cinco acidentes de trânsito sem vítima, onze agressões domésticas, oito casos de ameaças, um caso de ato obsceno, três casos de dano/depredação, 22 casos de desordem e perturbação da tranquilidade, um disparo de arma de fogo, dois cadáveres encontrados, uma tentativa de estupro, um caso de falsificação, onze casos de perturbação do sossego, um porte ilegal de arma de fogo, um caso de embriaguez alcoólica, um roubo de moto, dois casos de tráfico de entorpecentes, três casos de uso indevido de som veicular, 14 vias de fato, uma violação de domicílio.

Por Daniel Santos/PCN | Edição: Jornal da Parnaíba
Postar um comentário