sexta-feira, maio 25, 2018

Ponte metálica do rio Portinho

A ponte metálica do Rio Portinho na divisa do município de Parnaíba com Luís Correia foi inaugurada em 1922, com a linha entre Luís Correia e Cocal e representa os anos áureos do transporte ferroviário no estado do Piauí.
Ponte Metálica sobre o Rio Portinho da divisa do município de Parnaíba com Luís Correia (PI) inaugurada em 1922
Ela integrou a Estrada de Ferro Central do Piauí (EFCP), construída nas primeiras décadas do século XX para servir de ponto de embarque no trecho Parnaíba-Luís Correia e pretendia servir para escoamento de mercadorias da futura instalação do Porto de Luís Correia até hoje não concluído.

Dezenas de trabalhadores da EFCP abriram caminho para o mar e auxiliaram na construção da ponte sobre o Rio Portinho, que ligava as duas cidades. Em 1974, o trecho foi desativado, permanecendo ativa por mais alguns anos apenas a linha Parnaíba-Teresina. Atualmente, a estação é parte de um espólio abandonado e encontra-se em péssimo estado de conservação.

Em 1916 a ferrovia recebeu a denominação de Estrada de Ferro Central do Piauí e foi homologado o contrato de construção com a South American Railway Company Ltd., para construí-la de Luís Correia a Teresina tendo como diretor da EFCP o engenheiro Miguel Furtado Bacelar que a concluiu em 1922.

Apesar de ser dezessete anos mais velha do que a ponte metálica que liga Teresina estado do Piauí à cidade de Timon, já declarada patrimônio cultural brasileiro pelo IPHAN desde 2008, não consta que a ponte metálica do Rio Portinho seja alvo de processo semelhante.

A ponte encontra-se hoje seriamente degradada e não há indícios de projetos de restauração por arte dos poderes públicos.

Fonte: Cotidiano de Parnaíba | Edição: Jornal da Parnaíba
Postar um comentário