sexta-feira, maio 18, 2018

Delegado arbitra fiança de R$ 30 mil para soltura de presos acusados de pedofilia

Operação Luz da Infância II: Delegado arbitra fiança no valor de R$ 10 mil para cada um dos três presos em Parnaíba e Luís Correia.
Delegado Rodrigo Melo Marinho (Foto reprodução TV Meio Norte)
O delegado Rodrigo Mello Marinho, da Central de Flagrantes em Parnaíba, arbitrou fiança no valor de R$ 30 mil reais para os três homens presos na Operação de Combate à Pedofilia denominada de Luz da Infância II, deflagrada pela Polícia Civil na manhã da última quinta-feira (17/05/2018), em Parnaíba e Luís Correia. 

PARNAÍBA
O acusado Regino de Jesus Sousa, preso às 06hs da manhã em uma residência localizada à Rua Governador Pedro Freitas, em Parnaíba, terá de pagar uma fiança de R$ 10 mil reais para aguardar o andamento do processo em liberdade. 


Matérias relacionadas:

Os policiais encontraram no computador do investigado - imagens de conteúdo pornográfico de menores de idade. A polícia cumpria mandado de busca e apreensão expedido pela 2ª Vara de Execuções Penais da Comarca de Parnaíba, e em razão do flagrante delito, o investigado recebeu a ordem de prisão e encaminhado à Central de Flagrantes, sendo autuado no Art. 241-B do ECA. 

LUÍS CORREIA
Policiais Civis cumprindo mandado da justiça expedido pela Comarca Única de Luís Correia, efetuaram a prisão de dois irmãos Jairo Pereira Soares, 43 anos, natural de Bom Jesus-PI, e Marsoneres Pereira Soares, de 35 anos, natural de Cristino Castro-PI. 

As prisões ocorreram por volta de 8hs da manhã de ontem (17/05/2018), na residência dos acusados localizada à Rua Benú Nascimento, bairro Beira Mar, em Luís Correia, litoral do Piauí. 

A polícia apreendeu computadores e outros dispositivos eletrônicos em posse dos irmãos, que ao serem analisados, os policiais encontraram vídeos pornográficos infantil e books com imagens de crianças despidas, que em razão do flagrante delito, foi dada ordem de prisão e o caso encaminhado à Central de Flagrantes, em Parnaíba. 

Todo o material apreendido encontrado na residência investigada foi encaminhado à perícia criminal.

O delegado Rodrigo Mello autuou os conduzidos no Art. 241-B do ECA, e estabeleceu despacho de concessão de fiança no valor de R$ 10 mil reais para cada acusado ser posto em liberdade, totalizando R$ 30 mil reais com às 03 prisões da operação Luz da Infância II, que combate o crime de pedofilia. 

Jornal da Parnaíba com informações do Portal do Catita
Postar um comentário