quarta-feira, maio 09, 2018

Após divulgação do G1 mostrando a gratuidade nos demais estados, Detran-PI retira taxa para emissão da CNH digital

A taxa foi suspensa depois de matéria do G1 mostrando que a CNH digital é grátis na maioria dos estados, mas era cobrada nos estados de Goiás e Piauí e que ainda assim a variação da taxa entre os únicos estados que cobravam era muito alta: ela custa R$ 10 em GO e mais de R$ 200 no PI.
Diretor do Detran, Arão Lobão/Foto: Lucas Dias/GP1
Em entrevista ao GP1 na manhã desta quarta-feira (9), o diretor do Departamento de Estadual de Trânsito (DetranPI), Arão Lobão, afirmou que não será mais cobrada a taxa de R$ 200 para a emissão da CNH digital.

Levantamento divulgado pelo G1 nesta terça-feira (8), apontou que a CNH digital é gratuita na maior parte do país, mas estava sendo cobrada nos estados do Piauí e Goiás. No Piauí, a CNH digital para a categoria A custava R$ 207,25 e para as demais categorias R$ 222,07. Havia ainda a cobrança para renovar o documento. 
Foto: Divulgação CNH digital
Segundo Arão Lobão, quem está fazendo o serviço de emissão da CNH digital é o Denatran. “A legislação atual vigente contempla que a emissão da CNH digital seja feita no site do Denatran. Essa disparidade ocorreu em função da regulamentação do próprio Denatran que estabeleceu que ficasse a cargo dos Detran’s, mas ficou a cargo do Denatran, pelo fato dos Detran’s não estarem aptos a prestarem esses serviços”, disse.
  
Ainda segundo o diretor do Detran, a emissão gratuita pode ser feita a partir desta quinta-feira (10), diretamente no site do Denatran, desde que o cidadão já possua a CNH física com o QR Code.

Confira a nota do Detran-PI:
O Estado do Piauí estabeleceu taxas de emissão da Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica (CNH-e). Todavia, os serviços de emissão da CNH-e, pela regulamentação vigente, estão sendo executados pelo Denatran, por meio do site: portalservicos.denatran.serpro.gov.br

A CNH-e, de caráter facultativo, será disponibilizada para os habilitados do Estado do Piauí sem nenhum ônus para o interessado, desde que já possua CNH física com QR Code ou quando da emissão de 2ª via ou renovação da CNH.

Por Nayrana Meireles/GP1 | Edição: Jornal da Parnaíba
Postar um comentário