quinta-feira, abril 12, 2018

Mensagem que circula no WhatsApp sobre novo vírus H2N3 é falsa

A informação que viralizou nas redes sociais dando conta de que um novo vírus H2N3 estaria provocado mortes no Brasil? Não é verdade!
Mensagem falsa tem se espalhado nas redes (Foto: Reprodução/WhatsApp)
Mensagem tem bombado no WhatsApp. Ministério da Saúde diz que áudio é totalmente falso. O áudio de alerta sobre o H2N3, um vírus mortal e que a OMS não quer que seja divulgado para a população não se alarmar. Não é verdade.

A mensagem diz que se trata de uma variação do influenza A H1N1, que causa rapidamente a morte de quem é infectado. Ela afirma ainda que a vacina da gripe não oferece proteção contra a doença e que em Goiás, além de mortes registradas, mais de 70 casos estão sob investigação. O áudio tem sido compartilhado com a informação de que um casal morreu em Rio Claro (SP) infectado por essa mutação do vírus.


Não há informações sobre a circulação do vírus H2N3. Segundo levantamento da Organização Mundial da Saúde, na verdade, em 2017 houve a circulação do vírus influenza A H3N2 no país. Além disso, o casal que morreu em Rio Claro, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, foi infectado pelo H1N1. O resultado foi obtido por exames feitos pelo Instituto Adolfo Lutz. Outros dois casos suspeitos ainda são investigados na cidade. Em Goiânia, as mortes também são em decorrência do H1N1.

A inexistência da circulação do H2N3 foi confirmada pelo Ministério da Saúde. Os vírus de influenza que atualmente circulam no Brasil são o influenza A/H1N1pdm09, A/H3N2 e influenza B.


Jornal da Parnaíba
Postar um comentário