sexta-feira, março 02, 2018

Na mosca: Mão Santa diz ao presidente da Caixa que ela é “o maior antro de corrupção” do Brasil

Registro inicial da reunião do barulho.

Reunião do barulho: O prefeito de Parnaíba Mão Santa (SD) disse o que quis ao presidente da Caixa Gilberto Occhi durante audiência essa semana.

Fechou o tempo: Ao não ter liberados pedidos que totalizavam R$ 35 milhões, sendo R$ 30 milhões em empréstimo para infraestrutura, ele soltou o verbo: “a Caixa é o maior antro de corrupção desse país”, já que liberaria dinheiro para governos corruptos.

Depois da confusão Mão Santa foi chamado pelo presidente Michel Temer para uma audiência
O clima foi de constrangimento. Mão Santa foi levado para o encontro por Ciro Nogueira e o presidente nacional do Solidariedade, Paulinho da Força.

Occhi chegou a dizer que a culpa da não liberação do dinheiro era do ministro da Fazenda, Henrique Meireles.

Quando da saída Mão Santa ainda tascou: “olha, Paulinho da Força, agora tu tem um macho no teu partido, porque tu não tem força nenhuma não.

Depois da confusão Mão Santa foi chamado pelo presidente Michel Temer para uma audiência. O prefeito de Parnaíba foi acompanhado da primeira dama Adalgisa Moraes Sousa e do deputado federal Heráclito Fontes. Durante o encontro recebeu a garantia de que seus pleitos serão estudados e na medida do possível, atendidos.

Jornal da Parnaíba com informações do 180graus
Postar um comentário