sexta-feira, março 02, 2018

Moradores constroem muros dentro das casas para conter enchentes em Parnaíba

Os moradores sofrem com fortes chuvas que caíram nos últimos dias na cidade.
O mototaxista Domingos Ferreira de França, construiu um muro no portão para conter enchentes em Parnaíba (Foto: Carlos Rocha/G1)
Moradores do Bairro Piauí em Parnaíba, Litoral do Piauí, sofrem com as últimas chuvas registradas no município. No encontro das ruas Anhanguera e Oeiras a força das águas derrubou o muro de uma casa e os moradores tentam construir muros de contenção cada vez mais altos dentro das residências. Algumas pessoas tiveram de mudar de casa após as chuvas.

O mototaxista Domingos Ferreira de França disse que sua mãe no momento mora em uma casa alugada após as chuvas derrubarem o muro da casa dela no bairro Piauí. "Ela se mudou ontem depois que a chuva derrubou o muro do quintal e entrou pela cozinha. Aqui moram três pessoas e que estão em casa alugada. Todo mundo aqui está com medo porque é na beira do 'piscinão'", contou o mototaxista sobre a área que canaliza a água de três ruas.
Ruas ficaram alagadas após as chuvas que caíram em Parnaíba. Carros pipa trabalham 24 horas para retira as águas das ruas alagadas no bairro Piauí (Foto: Arquivo Jornal da Parnaíba)
O comerciante Luíz Alves Muniz conta que todos os anos perde mercadorias por causa da elevação da água na região. "Essa mureta eu fiz antes de ontem. Se chover mais precisa fechar a porta toda", contou o comerciante cobrando uma solução para o problema.

Luiz conta que mora há 25 anos no local e que pensa em vender o imóvel no meio do ano. "Quando dá a noite e começa a chover a gente não dorme achando que vai acabar tudo", comentou o comerciante.
Aposentada Iracema Everton, de 77 anos pretende sair do local e chora lamentando a situação (Foto: Carlos Rocha/G1)
A aposentada Salvina Vieira, de 77 anos conta que teve de subir a geladeira em cadeiras para poder não ficar sem o eletrodoméstico. "A gente não tem nem gosto em comprar nada porque corre o risco de perder. Toda vez é assim", disse a aposentada.

O metalúrgico Adriano Silva brincou com o alagamento perto da Rodoviária de Parnaíba. "Estou tentando ver se dá para pegar um peixe. Todo ano é assim. Na última chuva chegou a entrar aqui e a água veio até o fundo", afirmou.
Moradora colocou geladeira sobre cadeiras para proteger da água (Foto: Carlos Rocha / G1)
Chorando a aposentada Iracema Everton Gomes disse que a cada chuva fica com medo. "A água sobe a calçada e alaga tudo. A gente fica sem saber o que fazer. Eu gasto com remédios e não posso ter mais esse prejuízo", lamentou.

No Bairro Piauí o aposentado João Batista da Conceição, de 68 anos, falou dos transtornos. "Tem vezes que a água bate na coxa. A gente tem de construir toda vez um muro novo e a água vai passando" afirmou o homem que mora sozinho na casa que era da irmã dele.
Chuva derrubou muro de residência (Foto: Carlos Rocha / G1)
O metalúrgico Adriano Silva tentou brincar com o alagamento perto da Rodoviária de Parnaíba. "Estou tentando ver se dá para pegar um peixe. Todo ano é assim. Na última chuva chegou a entrar aqui e a água veio até o fundo", lamentou.

Por Carlos Rocha/G1 PI | Jornal da Parnaíba
Postar um comentário