domingo, março 18, 2018

Com redução da pena pelo STJ, Correia Lima poderá ser solto em breve

Decisão do STJ reduz pena do ex-coronel Correia Lima por homicídio;Defesa alegou que ex-coronel foi julgado sob leis atualizadas em relação à época dos crimes. Reduções podem atingir cinco condenações por homicídio e Correia Lima deve ser solto em breve.
Ex-coronel Correia Lima (ao centro). (Foto: Reprodução/TV Clube)
O Superior Tribunal de Justiça (STJ) acatou parcialmente a um pedido da defesa do ex-coronel José Viriato Correia Lima e reduziu de 19 anos e três meses para 15 anos e dois meses a pena do ex-coronel, condenado pelo homicídio do cabo da Polícia Militar José Honório Barros Rodrigues. Atualmente Correia Lima se encontra preso na Penitenciária Mista Fontes Ibiapina, na cidade de Parnaíba, a 338 km de Teresina.

De acordo com o advogado que defende o ex-coronel, Wendel Oliveira, reduções semelhantes devem acontecer com outras quatro condenações de Correia Lima que, de acordo com o advogado, deve ser posto em liberdade nos próximos dias. Wendel disse que as reduções variam de 20 a 40% das penas do ex-militar.


A decisão foi assinada na terça-feira (13) pelo ministro Jorge Mussi, do STJ. O advogado Wendel Oliveira explicou que Correia Lima foi condenado nos cinco processos por homicídio sob leis atualizadas, diferentes das leis que vigoravam na época em que os crimes foram cometidos. O Supremo Tribunal de Justiça considerou que dessa forma as penas foram exageradas.

A decisão assinada pelo ministro Jorge Mussi se refere à condenação pelo homicídio do cabo José Honório Rodrigues, assassinado com um tiro em 20 de junho de 1988. De acordo com o advogado Wendel Oliveira, a redução de pena irá ocorrer em outras quatro condenações do ex-coronel por homicídio.

“Com essas reduções, o tempo que o coronel passou preso sobra, ele já passou tempo demais”, comentou o advogado. Segundo ele o ex-coronel Correia Lima, que está preso há 19 anos e cinco meses, deve ser posto em liberdade nos próximos dias no regime de livramento condicional, ou seja, com algumas regras a cumprir, como o comparecimento à comarca uma vez por mês.

Jornal da Parnaíba com informações do G1
Postar um comentário