terça-feira, fevereiro 27, 2018

Projeto de extensão da Uespi realiza oficina agroecológica com agricultores de Parnaíba

A oficina foi ministrada pelo analista da Embrapa Mauro Sérgio Teodoro.
Embrapa Meio-Norte, em Parnaíba (Foto: Darklise Albuquerque)
A Universidade Estadual do Piauí (Uespi), por meio da Pró-Reitoria de Extensão, Assuntos Estudantis e Comunitários (Prex), realizou, no sábado (24), a “I Oficina Agroecológica – Produção e manejo de plantas usadas como adubo verde”, por meio do NEA/Cajuí, na Faculdade de Ciências Agronômicas, em Parnaíba. A oficina foi ministrada por Mauro Sérgio Teodoro, analista da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

A oficina teve como objetivo apresentar, aos agricultores do Assentamento Canaã, plantas que se adéquam melhor ao tipo de solo daquele lugar, fornecendo nutrientes e beneficiando o solo para que haja um plantio mais produtivo e uma colheita com menor tempo de espera, sem uso de fertilizantes industriais e agrotóxicos.

A “I Oficina Agroecológica – Produção e manejo de plantas usadas como adubo verde” reuniu, aproximadamente, 20 pessoas do Assentamento Canaã, onde o NEA/Cajuí desenvolve atividades, alunos do curso de Agronomia e estudantes do Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera). Na ocasião, os participantes conheceram resultados de produção de biomassa, discutiram sobre efeitos da adubação verde sobre as características físicas, químicas e biológicas dos solos, e também sobre esse recurso enquanto tecnologia social, justa e barata.

Para Mauro Sergio, é necessário disseminar o conhecimento sobre as a agroecologia, que é uma tecnologia limpa, de baixo custo, simples e que assegura ao agricultor trabalhar com autonomia e obter êxito no seu plantio.

NEA/Cajuí
O Nea/Cajuí leva atividades de extensão de cunho agroecológico em comunidades rurais de pequenos agricultores. A metodologia empregada busca levar conhecimentos técnicos a pequenos produtores rurais. São promovidas atividades teóricas e práticas.

Os trabalhos de extensão do Nea/Cajuí tiveram início no ano de 2010 por meio da iniciativa de discentes do curso de Agronomia da Uespi, bem como dos professores da instituição e pesquisadores da Embrapa Meio Norte, visando atender comunidades assentadas na região norte do Piauí.

Edição: Jornal da Parnaíba
Postar um comentário