sexta-feira, fevereiro 23, 2018

Operação Geminus em Parnaíba: Um morto e outro gravemente ferido. Assista!

Polícia Civil com apoio do BOPE e Força Tática desencadeia “Operação Geminus” e prende Alex Gêmeo; na operação houve troca de tiros e Alex foi atingido gravemente e seu comparsa “Pertubinha” foi morto no tiroteio. 
Na manhã desta sexta-feira (23), por volta das 5h, a Polícia Civil, Polícia Militar – BOPE e Força Tática, deu cumprimento a mandado de busca e apreensão e prisão em desfavor de Alex dos Santos Nunes, vulgo "Gêmeo". O secretário de segurança, Fábio Abreu, esteve presente durante a operação que culminou com um morto e um gravemente ferido. 

Alex Gêmeo é foragido do sistema prisional desde fevereiro de 2017, ocasião em que fugiu da penitenciária Irmão Guido, na cidade de Teresina. Ele é suspeito de vários homicídios na cidade de Parnaíba e Luís Correia, bem como envolvimento em tráfico de drogas e vários outros delitos. 

Na ocasião do cumprimento do mandado, ocorrido na Quadra "D" Conjunto Rosa dos Ventos no Bairro São Vicente de Paula, houve reação por parte de Alex Gêmeo e seu comparsa, Ricardo Pereira de Sousa, vulgo "Pertubinha", um dos marginais mais perigosos do litoral, momento em que ocorreu uma troca de tiros, ocasionando a morte deste último e a prisão de Alex, alvejado com três disparos de arma de fogo.


Segundo o delegado Eduardo Aquino, da delegacia de Combate ao Homicídio, Tráfico de Drogas e Latrocínio (DHTL), o nome da operação, Gêminus, faz referência a um dos alvos que é gêmeo com Alan dos Santos Nunes, o Alan "Gêmeo", que está preso em Teresina. A operação ocorreu em conjunto entre as policiais Civil e Militar (Bope e Força Tática). Ricardo respondia na Justiça pelos crimes de roubo, tráfico e homicídio, bem como Alex. Ambos eram fugitivos do sistema prisional do Estado. 

De acordo com o secretário de segurança Fábio Abreu, que acompanhou toda a operação em Parnaíba, o cerco foi montado depois que o serviço de inteligência da Secretaria conseguiu localizar o foragido em uma residência do bairro Rosa dos Ventos. “De madrugada nós demos cumprimento ao mandado de busca. Eles reagiram à prisão e foram baleados”, contou o secretário. Duas armas de fogo, munições e um pente de pistola ponto 40 foram apreendidas no local. 

Alex foi conduzido para o Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (Heda), sendo sua situação clínica gravíssima. Ele passou por uma delicada cirurgia de 6 horas, tem perdido um rim, parte do fígado e teve sutura em vários pontos do estômago e se recupera na Unidade de Terapia Intensiva do HEDA, mas seu estado é muito grave.

Por José Wilson| Jornal da Parnaíba
Postar um comentário