terça-feira, dezembro 19, 2017

Trabalhadores têm menos de 10 dias para sacar Abono Salarial de 2015

O prazo termina no dia 28 de dezembro e não haverá nova prorrogação.
Os trabalhadores com direito ao Abono Salarial ano-base 2015 têm menos de 10 dias para sacar o benefício nas agências bancárias. O prazo termina no dia 28 de dezembro e não haverá nova prorrogação. Cerca de 1,4 milhão inscritos no PIS e no Pasep não haviam sacado o dinheiro até o final de novembro. O valor disponível soma R$ 979,54 milhões. O Sudeste acumula quase metade desse recurso, com R$ 521,15 milhões (veja tabela abaixo).

Para ter direito ao Abono Salarial ano-base 2015, o trabalhador formal precisa estar enquadrado nos seguintes critérios: vínculo formal a uma empresa ou órgão público por pelo menos 30 dias em 2015; remuneração média de até dois salários mínimos no período trabalhado; inscrição no PIS há pelo menos cinco anos; e ter seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, alerta para o encerramento do prazo. “Restam apenas 10 dias para os trabalhadores sacarem esse dinheiro e ainda tem o feriado do Natal na agenda bancária. Portanto, quem ainda não viu se tem direito, procure os bancos ou ligue para o telefone 158 do Ministério do Trabalho. Se informe, e se tiver direito ao benefício não deixe de sacar o dinheiro que pode ajudar a colocar as contas em dia neste final de ano”, alerta.

O chefe de divisão do Abono Salarial do Ministério do Trabalho, Márcio Ubiratan, explica que o valor que cada trabalhador tem para receber é proporcional à quantidade de meses trabalhados formalmente em 2015. Quem trabalhou o ano todo recebe o valor na íntegra. Quem trabalhou um mês, por exemplo, recebe 1/12 do valor, e assim sucessivamente. Os pagamentos variam de R$ 79 a R$ 937. 

Os trabalhadores da iniciativa privada, que são vinculados ao PIS, sacam o dinheiro nas agências da Caixa ou lotéricas de todo o país. Já os servidores públicos, com vínculo no Pasep, retiram o benefício no Banco do Brasil.

Para saber se tem direito

Alô Trabalho
É o serviço de informações do Ministério do Trabalho. Atende pelo número 158. As ligações são gratuitas de telefone fixo em todo o país.

Caixa
A Caixa fornece a informação aos beneficiários do PIS pelo telefone 0800-726 02 07 ou pessoalmente nas agências.

Banco do Brasil
O Banco do Brasil atende os beneficiários do Pasep no número 0800-729 00 01 ou pessoalmente nas agências. 

Abono Salarial do PIS Ano-Base 2015*

REGIÃO / UF's
 Participantes
Taxa
Cobertura
Valor Total  Pago
(R$)

 Participantes
Não Pagos
Valores disponíveis para Saque (R$)
Identificados
Pagos
NORTE
1.385.009
1.306.357
94,32%
930.692.102,43
78.652
56.071.313,49
AC
63.302
62.064
98,04%
44.822.503,16
1.238
894.081,25
 AP
57.203
52.909
92,49%
37.114.504,05
4.294
3.012.146,90
AM
334.020
312.657
93,60%
216.921.399,18
21.363
14.821.647,53
PA  
565.310
527.896
93,38%
384.612.300,68
37.414
27.258.938,54
RO
179.672
171.292
95,34%
119.005.350,86
8.380
5.822.016,44
RR
44.089
42.822
97,13%
29.727.284,52
1.267
879.558,86
TO
141.413
136.717
96,68%
98.488.759,98
4.696
3.382.923,97
NORDESTE
5.326.271
96,99%
3.878.905.029,64
165.188
120.156.977,55
AL
322.362
314.700
97,62%
226.057.764,58
7.662
5.503.827,75
BA
1.413.509
1.369.839
96,91%
994.893.591,42
43.670
31.716.868,29
CE
991.232
956.123
96,46%
702.567.281,88
35.109
25.798.390,69
MA
418.420
403.268
96,38%
290.637.896,45
15.152
10.920.145,93
PB
415.227
407.618
98,17%
305.523.792,64
7.609
5.703.208,74
PE
1.013.325
977.547
96,47%
703.228.966,69
35.778
25.738.021,77
PI
284.538
282.544
99,30%
206.559.258,23
1.994
1.457.752,28
RN
391.446
380.285
97,15%
277.854.531,30
11.161
8.154.763,99
SE
241.400
234.347
97,08%
171.581.946,45
7.053
1.918.379
92,01%
1.208.554.100,11
153.257
105.348.329,12
DF
411.829
356.086
86,46%
249.069.333,09
55.743
38.990.221,00
GO
810.834
760.181
93,75%
522.365.011,11
50.653
34.806.651,19
MT
372.445
345.693
92,82%
231.276.147,73
26.752
17.897.670,78
MS
323.271
303.162
93,78%
205.843.608,18
20.109
13.653.786,15
SUDESTE
10.662.544
93,41%
7.409.882.503,34
751.832
521.154.904,81
ES
531.396
506.256
95,27%
357.553.015,30
25.140
17.755.607,45
MG
2.881.229
95,24%
1.943.348.859,38
137.071
97.070.493,57
1.991.976
92,85%
1.396.103.807,25
153.348
92,55%
3.712.876.821,41
436.273
298.852.746,53
SUL
4.059.242
3.801.464
93,65%
2.607.438.601,27
257.778
176.812.294,27
PR
1.546.036
1.451.129
93,86%
1.000.656.527,79
94.907
65.445.118,31
RS
1.475.672
1.389.596
94,17%
948.753.779,77
86.076
58.768.829,46
 SC
1.037.534
960.739
92,60%
658.028.293,71
76.795
52.598.346,50
TOTAL BRASIL
24.268.465
22.861.758
94,20%
16.035.472.336,79
1.406.707
979.543.819,24
* Dados até 30 de novembro

 Jornal da Parnaíba
Postar um comentário