segunda-feira, dezembro 18, 2017

Promotor de Justiça pede explicações sobre a má qualidade da água fornecida pela Agespisa

Ministério Público pede explicação a Agespisa sobre a má qualidade da água fornecida aos parnaibanos.
Dr. Cristiano Farias Peixoto, Substituto Legal da 1ª Promotoria de Parnaíba
O Ministério Público do Estado do Piauí, através do Substituto Legal da 1ª Promotoria de Parnaíba, responsável pela Defesa dos Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos, tendo a frente o Dr. Cristiano Farias Peixoto, atendendo a reclamações da população acerca da má qualidade da água fornecida pela Concessionária de Serviço Público, a Agespisa em Parnaíba, solicitou através do Ofício 030-11/2017 do dia 28 de novembro próximo passado encaminhado ao presidente da Agespisa, Sr. Emanuel do Bonfim Veloso Filho, esclarecimento sobre a causa da má qualidade da água e o que está sendo feito para solucionar este problema de forma que os consumidores recebam água de acordo com os padrões adequados a saúde humana.

Foi concedido um prazo de quinze dias para que a empresa esclarecesse sobre o fato, sob pena de cometimento de crime previsto no Art. 10 da Lei nº 7.347/85.


Por José Wilson | Jornal da Parnaíba
Postar um comentário