terça-feira, novembro 28, 2017

Prefeitura conclui creches do Programa Proinfância que estavam abandonadas

Prefeitura conclui creches do Programa Proinfância do Governo Federal: Obras estavam abandonadas.
Engenheiro Lucas Neves, da empresa “Impactto Engenharia”, informa ao prefeito Mão Santa sobre o andamento das obras de construções de três creches em Parnaíba que encontravam-se abandonadas.
O engenheiro Lucas Neves, da empresa “Impactto Engenharia”, foi recebido na manhã de ontem (27) pelo Prefeito de Parnaíba Mão Santa, quando lhe informou da situação das obras da creche tipo II, localizada no bairro Joaz Souza, quase 100% concluída, bem como as Unidades Básicas de Saúde, também em vias de conclusão, nos bairros Santa Luzia e São Vicente de Paula. São obras conveniadas com o governo federal, que foram deixadas abandonadas pelo ex-prefeito Florentino Neto e que foram retomadas pela atual gestão, após várias intervenções nas esferas federais, junto aos setores competentes.
As obras já deveriam tem sido concluída no ano passado ainda na gestão do ex-prefeito Florentino Neto.
Com relação à creche tipo II, que tem capacidade de atendimento de até 188 crianças, em dois turnos (matutino e vespertino), ou 94 crianças em período integral, é uma obra orçada em mais de R$ 1.200.000,00, do Programa Proinfância, licitada ainda na gestão da ex-presidente Dilma e do ex-ministro da educação Aloísio Mercadante, que fazia parte de uma metodologia inovadora, com a promessa de 6 mil creches em todo o país.

Das 6 mil prometidas em campanha, a gestão da presidente anterior pactuou 3 mil e só foram entregues cerca de 80 à população brasileira. As construtoras não conseguiram cumprir os contratos firmados com os municípios, gerando paralisações de obras em todo o país. Das creches licitadas, só 2% foram concluídas. A creche de Parnaíba é a de nº 81, que deveria ter sido entregue em dezembro de 2016, confirme cronograma estabelecido.

Além da creche do Conjunto Joaz Souza foram também abandonadas, na gestão do ex-prefeito, outras 3, nos bairros João XXIII , Catanduvas e Bairro São Vicente de Paula (Conjunto Joaz Souza), esta última iniciada em terreno impróprio que carece de adequações, com relação ao aterramento. De acordo com  o engenheiro Lucas Neves, a conclusão destas vai necessitar de recursos aditivos para os quais será solicitada a autorização da Câmara Municipal.

Jornal da Parnaíba
Postar um comentário